Polí­tica

Em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta sexta-feira, 13, o vice-presidente do PSDC no Tocantins, Edi do Caldos e Caldos, afirmou que a campanha dos partidos considerados nanicos está pronta para as eleições deste ano.

Contudo, Edi, que é candidato a deputado estadual pela coligação proporcional da “Força do Povo”, destacou que ainda faltam detalhes estruturais vindos da majoritária governista. “Precisamos de estrutura, como material gráfico, carros de som, veículos, pessoal”, completou.

O PSDC de Edi, da coligação em torno da candidatura de Carlos Gaguim (PMDB) participa da aliança conhecida como “Força e Trabalho”, encabeçada pelo PT. Dentro deste grupo, o candidato afirmou que está animado com a campanha que se aproxima. “Esta foi a coligação que ficou melhor para eleger um candidato da gente”, afirmou.

Edi ressaltou ainda a força da deputada Solange Duailibe (PT), que tenta a reeleição à Assembleia Legislativa, e informou que os partidos pequenos pretendem concentrar força em três nomes para conseguir eleger seus candidatos. Além da primeira-dama de Palmas, Edi informou que os outros nomes cotados pela chapa seriam o dele próprio e outro candidato ainda a definir. “Vamos trabalhar em torno do meu nome mesmo, que sou bastante conhecido dentro de Palmas”, afirmou.

A coligação “Força e Trabalho”, que compõe uma das proporcionais da chapa de Gaguim, é liderada pelo PT, de Solange, e é composta por partidos como o PCdoB, PSDC, PSL, PHS e PRP.