Polí­tica

Foto: Divulgação

“Não estou preocupado comigo mesmo, com punição por estar neste palanque. Minha preocupação é com a sociedade tocantinense, que sofre abandono e o nosso Estado está à beira da tragédia”, disse o deputado federal e ex-governador Moisés Avelino, que concorre a reeleição e, mesmo sendo do PMDB, apoia publicamente a candidatura de Siqueira Campos (PSDB) ao Governo do Tocantins.

Avelino respondeu em seu discurso um questionamento que, segundo ele, correligionários fazem diariamente. “Me pergunto por que eu apoio Siqueira Campos e minha resposta é: o tempo dirá e mostrará quem está com a razão. Não posso apoiar quem eu não acredito, não confio e não demonstra compromisso com o povo tocantinense. Siqueira Campos é o único que pode recuperar o nosso Tocantins”, afirmou.

Avelino deu um exemplo de prioridade para o Tocantins. “A saúde precisa ser recuperada. Siqueira Campos tem um compromisso comigo: interiorizar o médico no Tocantins. No meu Governo eu fiz isso e deu certo, e o governador Siqueira Campos também concorda e vai cuidar de colocar médicos em todos os municípios tocantinenses. Nós temos hospitais que não funcionam , que nem parto normal faz, e isso vai acabar com o governo de Siqueira Campos.”

O ex-governador disse que conversou com o Ministro da Saúde sobre a questão da saúde no Brasil e contou que assegurou Temporão que “o problema da saúde é apenas falta de interesse e falta de gestão política”.

Campanha

Ainda em seu discurso, Moisés Avelino falou sobre a campanha da coligação Tocantins Levado a Sério. “Tenho notado nesta última semana, o crescimento da campanha de Siqueira Campos, é um crescimento visível que demonstra a vontade de mudança da população. Vi isto em Palmas, nas caminhadas em Taquaralto e na 307 Norte, e estou vendo aqui, em Barrolândia. A sociedade acordou e está ao lado de Siqueira Campos”.

Avelino também demonstrou sua indignação com lideranças que “vendem seu apoio” e alfinetou: “voto comprado não rende. O que rende é voto consciente, a convicção do dever cumprido. Sei que muitas decepções vão acontecer nestas eleições, mas não serão aqui neste grupo político, serão com quem está gastando dinheiro público para comprar lideranças”.

Sua indignação ganhou forma com um exemplo citado; segundo ele, as lideranças de Lagoa da Confusão, que o apoiavam, deixaram sua campanha. “Esses se venderam, mas se eu não ganho eleição lá, eu ganho aqui, ganho em Paraíso e em outras cidades. E mais: podem comprar as lideranças, mas não compram o povo, a consciência do nosso povo não está a venda” e completou afirmando que “muitos votos já ganhei com a minha posição em apoiar Siqueira Campos e minha coragem em enfrentar os obstáculos que outros me impõem”, disse.

Avelino disse que se preocupa com os tocantinenses, porque todos estão sem proteção do Governo. "Siqueira Campos e eu, João Oiveira, Vicentinho Alves e João Ribeiro, todos somos de origem humilde e essa origem nos ajuda hoje a entender as necessidades do nosso povo. Estou consciente porque Siqueira Campos é o melhor para o Tocantins e para esta sociedade, Deus está conosco e Ele estando conosco ninguém nos vence”, falou emocionado o peemedebista.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Moises Avelino