Polí­tica

Foto: Wilson Rodrigues

A cidade de Peixe recebeu a visita da Caravana da Esperança numa grande festa realizada nesta sexta, 27.

Já eram oito e meia da noite, quando a comitiva da coligação Tocantins Levado a Sério, capitaneada por Siqueira Campos (PSDB), chegou à entrada da cidade. No local, mais de 300 veículos aguardavam para uma rápida carreata pelas ruas até o comício.

“A vontade da população em eleger Siqueira e vê-lo logo no Palácio Araguaia é tanta, que, mesmo à noite, a multidão sai às ruas e organiza uma carreata que nos deixa surpresos e emocionados.”, disse Valdemar Júnior, candidato a deputado estadual.

Vicentinho, presente no carro de frente da carreata, juntamente com Siqueira e João Ribeiro, também se mostrou surpreso com a receptividade dos peixenses.

“Onde você conseguiria uma receptividade tão espontânea e verdadeira como essa? A gente tem conseguido, graças a Deus! Os tocantinenses nesta campanha têm nos abraçado e a eles somos muito gratos. Tocantins, é o vento da mudança chegando, é a esperança renascendo no peito do teu povo. Olha, vai ser difícil parar essa locomotiva que se chama Siqueira Campos!”, comentou o candidato.

No local do comício, realizado no setor sul, na rua José Carlos Carvalho, mais de 2.500 pessoas aguardavam o início do evento. No palco, a majoritária da TLS e candidatos da proporcional se revezaram nos discursos – pautados por críticas pontuais “às ações erradas” da atual administração e pela apresentação de inúmeras propostas da TLS para o Tocantins no futuro governo de Siqueira Campos.

“Esse governo que aí está, pra juntar a quantidade de gente como esta que se encontra neste comício e em outros que estamos realizando, precisa de duas semanas para juntar e não consegue. Só junta se pagar.”, criticou Eduardo Gomes, candidato a deputado federal.

Mesmo pesquisas, que já foram contestadas até por candidato governista ao Senado, tendo sido colocadas em suspeição de lisura, também foram alvo de críticas.

“Enquanto o outro candidato está preocupado com as pesquisas, nós não estamos. Porque a pesquisa do papel é que nem um projeto, onde um arquiteto faz e desfaz a hora que quer. Agora, a nossa verdadeira pesquisa... serão as urnas, no dia 03 de outubro, que irão mostrar o verdadeiro vencedor: Siqueira Campos, com fé em Deus, pelo querer do Povo do Tocantins!”, disse Neila Pereira, prefeita de Peixe.

O candidato a deputado federal, Otoniel Andrade, criticou a forma com que o Governo do Estado realiza obras em estradas tocantinenses, segundo ele, “superfaturando contratos e desviando milhões.”

Segundo Otoniel, os conselheiros do TCE constataram que mais de quinhentos milhões de reais foram desviados em obras que nem saíram do papel. "É um absurdo! Pra se ter uma idéia, pontes que no projeto mediam 60 metros, quando se chegou lá na obra, na hora em que se foi medir, as tais pontes não chegavam nem a cinquenta metros. Ou seja, dez metros a mais de dinheiro pra ponte, que eles enfiaram no bolso, superfaturaram pra poder desviar. Minha gente, chega dessa corrupção imunda e suja! O Tocantins está cansado de tanto roubo, tanta máfia! Nosso estado está quebrado! Chega a revoltar tanta malandragem descarada!”, criticou Otoniel.

Vicentinho foi pontual e explanou algumas de suas propostas que fazem parte de seu projeto que pretende cumprir à frente do Senado Federal.

Da ampliação das bolsas universitárias aos jovens carentes à construção do Hospital Universitário, das lavouras comunitárias às políticas sociais para mulheres, povos indígenas e idosos, Vicentinho falou com a população e se comprometeu a ser um Senador Municipalista que atenderá com viabilização de recursos todos os municípios tocantinenses.

“Como deputado federal, destinei mais de 100 milhões de reais a mais de 70 municípios do estado. Imaginem o que poderei conseguir com oito anos no Senado?!”, disse o candidato.

“Hoje, o Tocantins respira a necessidade de mudança. Nossos projetos são compromissados. Vejam, por exemplo, os moradores dos assentamentos: são mais de 26 mil famílias distribuídas em 366 assentamentos, no Tocantins. Como parlamentar, na Câmara Federal, atendi, com recursos, assentamentos como o Loroti, que hoje é o único assentamento do Brasil que conta com pavimentação asfáltica – fruto do meu trabalho. Como Senador, pretendo atender todos os assentamentos viabilizando recursos que garantirão infra-estrutura adequada a estas famílias.”

Ao ouvir o discurso da prefeita Neila Pereira, que lamentou tentar conseguir recursos junto ao Governo do Estado para asfaltar a cidade de Peixe e não conseguir, Vicentinho se comprometeu.

“Prefeita, vejo sua luta e sei como é difícil tentar trabalhar sem recursos, inda mais quando não se pode contar com um parceiro no estado, que não atende ninguém porque os cofres públicos estão quebrados. Por isso, como deputado federal, você pode contar com um milhão de reais, em recursos, que destinarei até o final do ano para que você possa asfaltar sua cidade”, afirmou o candidato.

Ao finalizar seu discurso, Vicentinho alertou o povo do Tocantins sobre as eleições deste ano e “as promessas jogadas a granel na tentativa de enganar a sociedade tocantinense.”

“Quem se deixa enganar pelas promessas do candidato adversário, fique sabendo: as promessas dele são que nem fogo de artifício: depois que estoura, vira fumaça e some no ar que não deixa nem rastro! Por isso, reflita: candidatos com proposta séria, que tem trabalho prestado que não desaparece quando se desliga a TV e que não some no ar que nem fogo de artifício, só se encontra aqui, votando em Siqueira pra Governador e Vicentinho e João Ribeiro pra Senadores da República.”, finalizou.

Da Redação com informações da Assessoria de Imprensa/ Vicentinho Alves