Polí­tica

Foto: Humberto Leão

Neste sábado, 04 de setembro, o Movimento Rosas Vermelhas visitou Dianópolis, município da região sudeste do Tocantins, para apresentar as propostas de reeleição do governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB) à comunidade.

Pela manhã, mulheres de Palmas, Porto Nacional, Dianópolis e região, que integram o Movimento, fizeram caminhada no setor Santa Luzia. O movimento mobilizou os moradores do bairro, que receberam a primeira-dama Rose Amorim com muita alegria. De acordo com Iraci Moraes, essa foi a primeira vez que a esposa de um governador visitou o local. “Fiquei muito alegre. Ela está indo de casa em casa, demonstrando um carinho muito grande pela população”, disse a dona de casa.

Beatriz Alves dos Santos também participou da caminhada. A jovem, que aos 19 anos vai votar pela primeira vez para governador, está ansiosa para ir às urnas e sabe o que esperar do candidato escolhido. “Eu quero que Gaguim traga mais benefícios para a cidade. Com fé em Deus vamos ter a nossa casa própria”, disse, afirmando seu apoio aos candidatos da coligação Força do Povo.

À tarde, a caminhada foi no setor Bela Vista. Por lá, muitas famílias também receberam a primeira-dama com carinho e demonstraram o desejo de ver Gaguim no Governo do Estado pelos próximos quatro anos. A dona de casa Maria de Lurdes foi uma das que colou o adesivo da Força do Povo na porta de casa. “Ele é um homem bom e por isso tenho a vontade de votar nele”, explicou.

Família

Filha de Dianópolis, Rose reuniu toda a família para a caminhada. Ao lado da mãe, de tias, da cunhada, da sogra e de muitas amigas, ela fez questão de conversar com os moradores e pedir o apoio a Gaguim. “Eu tenho um carinho muito especial por esta cidade, minha terra natal. E eu gosto muito do povo daqui, gente simples e esforçada que merece a nossa atenção”, ressaltou.

Dona Ana Luiza Alves da Cruz é uma das que conhece a família da primeira-dama e sabe do compromisso de Rose com a comunidade. “Eu conheço a avó de Rose. É uma família muito boa”, afirmou, acrescentando que não tira a rosa vermelha do peito. “Esta aqui eu vou guardar para sempre”.

Maria da Paz Martins conhece a primeira-dama desde criança e ficou feliz com o reencontro na porta de casa. “Conheci ela quando era menina. Minha tia trabalhou muito tempo para a mãe de Rose e hoje fiquei feliz em ver que uma pessoa daqui está onde está e vai poder trazer o melhor para a gente”, disse.

Reunião

À noite, a primeira-dama se encontrou com eleitores no setor Nova Cidade. Em uma grande reunião com lideranças e candidatos da região, muitas famílias vestiram a camisa do Movimento e foram prestigiar o evento. “Eu estou vestindo a camisa porque eu quero a melhoria para o Estado”, disse Vilani Figueira.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Movimento Rosas Vermelhas