Polí­tica

Foto: Divulgação

O candidato a governador da coligação Tocantins Levado Sério, Siqueira Campos (PSDB), lamentou, no início da tarde desta quarta-feira, durante um dos intervalos de sua agenda política no extremo-norte do Estado, um resultado específico do PNAD 2009 (Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios), divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O indicador que Siqueira lamentou foi o avanço na taxa de desocupação (desemprego) no Tocantins. Conforme a pesquisa, o desemprego no Estado subiu de 5% para 6,3% de 2008 para 2009. “Isso mostra que o povo do interior, especialmente, sofre muito com a falta de empregos. Não houve qualquer cuidado com as pessoas de fora de Palmas por parte do governo do Estado”, ponderou o candidato.

Tomando como base o total de pessoas em idade ativa no Tocantins, o número de desempregados subiu de 53 mil para 66 mil. Portanto, de 2008 a 2009, o Estado teve um aumento de 13 mil pessoas sem emprego, o que corresponde a uma elevação percentual de 26% na quantidade total de desocupados.

Já se a base for a quantidade de Pessoas Economicamente Ativas (PEA), ou seja, excluindo estudantes que não trabalham, pessoas que desistiram de buscar trabalho há mais de um mês, os aposentados por tempo de serviço que pararam de exercer atividades econômicas e mulheres que optaram por ser donas de casa, o total de desempregados no Estado sobe de 36 mil para 45, um aumento de 9 mil pessoas.

Percentualmente, essa elevação também é de 26%.“Num momento onde o Brasil todo cresce, o Tocantins ver a taxa de desemprego aumentando mostra que houve muitas coisas erradas”, ponderou o candidato tucano, ao reafirmar que o governo do Estado esqueceu da população mais carente do interior.

Solução

Para resolver o problema, Siqueira Campos disse que, caso seja eleito, irá implantar a proposta do seu governo, que cria a Secretaria Estadual das Oportunidades. Com ela, o Estado vai promover cursos de qualificação profissional e incentivo para pequenos e grandes negócios no Estado.

Além disso, o tucano assegura que o governo vai baixar impostos, como o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) na tarifa de energia elétrica e combater os preços abusivos dos combustíveis no Tocantins. “Com essas medidas, daremos condições para as empresas contratarem mais pessoas, diminuindo o desemprego”, ressaltou Siqueira.

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Siqueira Campos