Estado

Os pesquisadores do NUTA - Núcleo Tocantinense de Arqueologia, ligado à área de Pesquisa da Unitins - Fundação Universidade do Tocantins, estiveram ontem, 17, em Estreito (MA), para mais uma atividade de Educação Patrimonial. A ação integra o Programa SALTESTREITO, desenvolvido junto com o CESTE – Consórcio Estreito de Energia.


Na programação, que aconteceu na Câmara Municipal de Vereadores, houve palestras sobre O que é Arqueologia?, Paleontologia e a Pesquisa na Região de Abrangência da UHE Estreito e Permanência e Mudança na Paisagem Cultural do Maranhão: o que Aprendemos com o Patrimônio Cultural?.


As atividades de Educação Patrimonial são direcionadas aos professores da rede municipal e estadual de ensino e têm o intuito de fomentar a preservação e valorização desses elementos culturais. A programação também é aberta ao público em geral e a entrada é franca.


Nesta quinta-feira, 18, será a vez dos pesquisadores realizarem Educação Patrimonial em Carolina, também no Maranhão. A partir das 19h, a programação será iniciada, na Câmara de Vereadores da cidade.

SALTESTREITO


O programa SALTESTREITO é um convênio firmado entre a Unitins e o CESTE e objetiva realizar o levantamento e salvamento arqueológico, paleontológico, cultural, histórico e paisagístico nas Áreas de Influência direta e indireta da UHE – Estreito. As pesquisas abrangem doze municípios, sendo dois deles pertencentes ao Estado do Maranhão (Estreito e Carolina).

Fonte: Assessoria de Imprensa/ Unitins