Polí­tica

Foto: Arquivo/ Conexão Tocantins

Na tarde desta segunda-feira, 29,foram anunciados alguns nomes da equipe do governador eleito Siqueira Campos (PSDB).

Siqueira não compareceu à coletiva marcada com a imprensa em sua residência e os anúncios ficaram por conta do jornalista Sandro Petrilli que foi nomeado porta-voz do grupo de transição.

Sandro relembrou a operação que está acontecendo no Rio de Janeiro para justificar que os primeiros nomes serão na área da Segurança Pública.

“Esse vai ser um governo de atitude, esse é um recado para pais e mães que estão preocupados com o crack”, frisou. Petrilli frisou ainda que Siqueira não vai permitir corrupção no governo. “Siqueira Campos quer um governo limpo e eficiente”, afirmou.

Para o novo governo não haverá ainda interferência partidária na polícia militar, segundo Petrilli.

Para o comando estão escalados como sub-chefe do Gabinete do Governador, tenente Alfrenésio Martins Feitosa que é formado em Educação Física e já desenvolveu um trabalho na política do Estado.

O chefe da Casa militar será o coronel Luís Carlos Benício que está na polícia militar desde 1989. O Sub-comandante geral e chefe do Estado Maior será o tenente coronel Jeferson Fernandes Gadelha.

O coronel Marielton Francisco dos Santos será o novo comandante da Polícia Militar e afirmou que a prioridade é o combate ao tráfico de drogas. “temos que agir com rigor e já estamos desenvolvendo algumas pesquisas”, salientou.

O fortalecimento das fronteiras também é uma das prioridades. “Outra questão importante é fortalecer as cidades pólos para atrair investimentos”, frisou.

O secretário de Segurança Pública ainda não foi escolhido.

O presidente do PSDB, Ernane Siqueira também participou do evento.