Estado

Foto: Wilson Rodrigues

Denúncias de ocupação irregular de áreas públicas, ocultação e destruição de documentos, retirada de equipamentos nos órgãos públicos da administração estadual, incluindo retirada de medicamentos do almoxarifado da Secretaria da Saúde foram apresentadas à imprensa na tarde desta quarta-feira, 29, pelo advogado criminalista João Costa Ribeiro Filho, futuro secretário da Justiça, Segurança e Cidadania anunciado pelo governador eleito Siqueira Campos (PSDB). Ele estava acompanhado dos futuros comandante e subcomandante geral da Polícia Militar, Coronel Marielton e Tenente Coronel Gadelha.

A invasão de áreas públicas, segundo João Costa, são na Capital e em áreas localizadas à margem da Avenida Teotônio Segurado, nas quadras Arse 55 e ACSV NE 55, onde já houve embargo de obras por parte dos órgãos competentes. De acordo com o futuro secretário de Justiça, Segurança e Cidadania a ocupação implica ainda em crime ambiental.

“Não permitirei o assalto ao Estado. Serei rígido e intransigente na apuração destas denúncias”, assegurou João Costa alertando que estão sendo feitas diligências e que apurados os fatos as provas serão apresentadas aos jornalistas.

“Preferi , por meio da imprensa, informar o que está ocorrendo para alertar aos servidores que podem estar sendo envolvidos sem o conhecimento da ilicitude do seus atos. além de preservar o patrimônio público”, afirmou.

A finalidade de falar sobre a apuração das denúncias, segundo João Costa, é alertar que, a partir do dia primeiro de janeiro próximo, não haverá tolerância com o servidor que estiver compactuado com estes atos “e todos, desde titular do órgão, serão responsabilizados criminalmente”, alertou João Costa.

Fonte: Assessoria de Imprensa Governador Eleito Siqueira Campos