Palmas

Foto: Divulgação

Cerca de 30 mil mudas de árvores nativas do cerrado estão sendo plantadas nas áreas que abrange a micro-bacia do Córrego Sussuapara. A ação faz parte do Projeto Palmas Para o Verde, realizado pela Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos em convênio com o Ministério do Meio Ambiente. O objetivo do projeto é recuperar e proteger as nascentes e as áreas verdes que margeiam o corpo hídrico, principalmente os locais mais comprometidos em razão do desmatamento, queimadas, crescimento urbano e extrativismo vegetal.

O Córrego Sussuapara possui 5.945 metros de extensão e tem sua nascente na área verde da 206 Norte, próximo a avenida NS-06 e deságua no lago formado pela Usina Luís Eduardo Magalhães. Sua micro-bacia é formada por um conjunto de nascentes e percorre vários trechos da área urbana de Palmas, margeado por uma vegetação que constitui a mata ciliar.

Por ser considerado o principal corpo d'água de Palmas, ao longo da extensão do Córrego Sussuapara estão sendo plantadas aproximadamente 30 mil mudas nativas, como ipê, pata -de- vaca, cega- machado, entre outras. De acordo com a diretora de Meio Ambiente, Sandra Sonoda, este ano será realizada uma ação mais preventiva. “Antes do plantio das mudas, está sendo feita a aragem do terreno, para melhorar a qualidade do solo e evitar o crescimento do capim andropogon, que na época da seca é mais propício ao fogo”, enfatiza a diretora.

Educação Ambiental

De acordo com a gerente de Educação Ambiental e Projetos, Sílvia Cecília, no ano passado foi realizada o plantio de mudas nativas na mesma área, mas por causa da grande quantidade de queimadas, boa parte das mudas morreram.

“Este ano vamos intensificar o nosso trabalho de conscientização ambiental por meio de palestras junto às escolas localizadas nas áreas de abrangência do córrego sussuapara, quando serão abordados vários temas em relação à preservação do meio ambiente, focando a importância de proteger as nascentes e as matas ciliares”.

Fonte: Ascop