Saúde

Foto: Marcos Vinícius

Em visita ao Tocantins na manhã desta quarta-feira, 9, o diretor clínico do Hospital Regional de Conceição do Araguaia (PA), Paulo Toledo, frisou que pretende adotar no município paraense o sistema de atendimento de emergência implantado na capital do Tocantins, nas Unidades de Pronto-Atendimento. “Escolhemos Palmas por ser eficaz no atendimento de urgência e emergência, com classificação de risco, e por ser modelo de administração e funcionamento adequado em vários setores da Saúde”, disse.

Uma equipe de profissionais da Secretaria da Saúde de Conceição do Araguaia conheceu de perto, na tarde desta terça-feira, o sistema de funcionamento no atendimento de urgência e emergência, das UPAs, com a classificação de risco.

“Muitas pessoas que vieram a Palmas, e foram atendidas neste sistema, voltaram ao Pará, satisfeitas com a agilidade do atendimento”, ressalta Paulo Toledo.

De acordo com a gerente de urgência e emergência da Semus, Cláudia Furlanetto, esse interesse do Hospital Regional de Conceição do Araguaia em adotar o nosso sistema, mostra que o trabalho está sendo bem visto e bem desenvolvido.

Agilidade

Ainda segundo diretor clínico, no sistema de Palmas, o paciente é mais informado e rapidamente atendido. “Dessa forma, o paciente se sente acolhido e bem visto, pois passa pelo técnico, pelo enfermeiro e depois pelo médico. É exatamente esse tipo de atendimento que queremos implantar no nosso município”, afirma.

Além do diretor clínico, estavam presentes Regina Branco, diretora geral do Hospital Regional de Conceição, Ivanilde Alves dos Reis Sousa, vice-diretora e Elaine Cristina Noleto Mendonça Oliveira, enfermeira responsável pela Coordenação de Enfermagem.

Fonte: Ascop