Polí­cia

Com o objetivo de instaurar uma cultura de paz e proporcionar a Palmas o sentimento de tranquilidade e segurança, a Polícia Militar do Tocantins tem intensificado o policiamento ostensivo nas ruas da capital, com o trabalho do 1º BPM e reforço dos policiais do QCG – Quartel do Comando Geral. Além de um trabalho diário, as segundas e quartas-feiras são dedicadas e reforçadas com blitzes para prevenir e coibir delitos e também orientar a população sobre a questão da segurança.

Além das blitzes em pontos estratégicos, há o trabalho do SPO (Serviço de Policiamento Ostensivo), que é realizado a pé pelos policiais, e também por processo motorizado.

Segundo o 1º BPM, o objetivo das blitzes é coibir infrações de trânsito, detectar veículos e condutores trafegando em situações irregulares, além de coibir outros delitos. O Batalhão ressalta que as operações realizadas não têm tirado o efetivo das viaturas de suas respectivas áreas, sendo executadas por policiais que cumprem expediente, aumentando o fluxo de policiais militares nas ruas.

O trabalho é feito sempre no período da tarde, podendo haver flexibilidade ou mudança de horários, a depender da demanda. Os pontos estratégicos se concentram na Avenida JK, quadras 104 Sul, 104 Norte e adjacências, Taquaralto (sul da Capital) e região das Arnos, principalmente nas áreas comerciais, portanto de maior fluxo de pedestres e motoristas. A meta é atender toda a Capital.

Ainda de acordo com a PM, a medida, embora desagrade aos infratores, tem proporcionado uma segurança mais efetiva aos moradores de Palmas. O Comandante do policiamento da capital, tenente-coronel Messias, bem como o comandante do 1º BPM, tenente-coronel Wagner, já sinalizaram satisfação pelos resultados conquistados no primeiro mês deste ano.

Para a Polícia Militar, o aumento da ostensividade policial nas ruas através de blitzes, do Serviço Policial Ostensivo, além de proporcionar maior contato com os moradores da Capital, transeuntes, condutores, lojistas, comerciantes, tem sido apoiado pelos cidadãos de bem do município. As operações não têm data para encerrar.

Fonte: Assessoria de Imprensa 1º BPM