Polí­tica

Foto: Divulgação

Na tarde deste sábado, 16, o vereador progressista, Aurismar Cavalcante (PP), participou da criação do diretório do PSL em Palmas.

O evento aconteceu, no auditório da Associação Tocantinense dos Municípios (ATM) e contou com a presença do presidente estadual do PSL no Tocantins, Christian Zine, do presidente do diretório metropolitano de Palmas, Lucas da Lince, do vice-presidente, Gil Modesto, da sigla e Roberto Siqueira Gomes, secretário geral.

De outras legendas participaram também a vice-prefeita, Edna Agnolin (PDT), os deputados federais, Angelo Agnolin (PDT) e Júnior Coimbra (PMDB), os deputados estaduais, Marcelo Lelis (PV) e Vilmar do Detran (PMDB), o reitor da UFT e presidente metropolitano do PSB, Alan Barbiero, lideranças e varias autoridades da diretoria nacional da sigla.

O vereador Cavalcante solicitou que os presentes fizessem um minuto de silêncio em virtude da morte do ex-vereador do PSL, Mário César ocorrida em, 27 de julho de 2009.

“O PSL foi o meu primeiro partido, eu estou me lembrando da antiga Câmara de Vereadores de 2003, revendo grandes lideres no PSL. Vou defender e votar a favor do aumento das vagas para vereador, acredito que o aumento de vereadores na Casa proporcionará maior discussão entre os vereadores sobre questões que dependem de aprovação na Câmara Municipal e trará mais diversidade para o debate”, salientou o vereador na ocasião.

Outro ponto que ele salientou é a proporcionalidade. “Palmas necessita deste aumento para a representação de todas as classes, um exemplo é que cidades de mais de dois mil habitantes podem ter nove vereadores, uma desproporção em relação ao porte de nossa cidade” destacou Cavalcante.

A Emenda Constitucional nº. 58

A Emenda Constitucional nº. 58 estabeleceu 24 faixas populacionais para a fixação da composição das câmaras. Com isso, em todo o Brasil, foram criadas mais 7.816 vagas nas casas legislativas. Estima-se que o custo com os novos parlamentares seja de pelo menos R$ 251,6 milhões por ano (fazendo parte desse total o 13º salário), isso levando em consideração apenas o piso salarial dos vereadores. Com os benefícios, o valor do cálculo deve ser bem maior

Tudo indica que 21 vagas para a Câmara serão disputadas nas eleições de 2012.

Da Redação com informações da Assessoria de Imprensa/ Aurismar Cavalcante