Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado Lázaro Botelho (PP/TO), 2º vice-presidente da Comissão de Viação e Transporte da Câmara dos Deputados, defende que só a educação é capaz de conter essa verdadeira guerra que é travada diariamente nas ruas e estradas brasileiras. O parlamentar tocantinense é autor de Projeto de Lei (2742/2008) que pretende instituir a matéria de educação para o trânsito nas escolas do ensino fundamental e médio. “Só com a formação de uma nova geração de cidadãos conscientes quanto ao uso dos veículos e também quanto ao seu comportamento enquanto pedestres, é que poderemos colocar o Brasil no mesmo nível dos países mais avançados neste tema” afirma.

Convidado a participar do programa Palavra Aberta da Câmara dos Deputados, que disponibiliza de 10 minutos para tratar sobre um determinado assunto, Lázaro Botelho defendeu a matéria de trânsito nas escolas, desde o ensino fundamental “iniciando as atividades escolares com uma matéria para o trânsito a pessoa aprende a se corrigir e vai ser um bom motorista no futuro”, disse o deputado.

Perguntado sobre a Lei Seca, que está em vigor no Brasil, Lázaro Botelho disse que foi um grande avanço no sentido de combater este hábito perverso de alguns motoristas. Mas ainda é necessário tornar a fiscalização dos condutores mais efetiva. “É importante salientar que, enquanto as ações educativas não atingem plenamente seus resultados, nós não podemos ficar passivos diante do crescente número de mortos, inválidos e feridos vítimas dos acidentes de trânsito. Temos que desenvolver ações e adotar medidas que intensifiquem a fiscalização e a punição dos infratores”, defendeu o deputado.

Os acidentes de trânsito são causados por diversos fatores: as más condições das vias, problemas mecânicos nos veículos, imperícia dos condutores, conduta inadequada de pedestres, etc. Mas entre todos os fatores geradores de acidentes, o de maior potencial é a ingestão de bebidas alcoólicas por motoristas e também por pedestres. “Este é um problema que tem levado milhares de brasileiros a morte. Um problema que atinge principalmente os jovens e que deve ser combatido, principalmente, através de medidas restritivas e punitivas”, pontuou, acrescentando informações sobre um novo projeto de lei que está apresentando na Câmara dos Deputados com o objetivo de dificultar ainda mais a ingestão de bebidas alcoólicas por condutores de veículos. “Esta nova Lei proíbe que se dirija o veículo portando ou transportando bebidas alcoólicas dentro da cabine do carro, sendo permitido apenas no porta-malas ou compartimento para bagagens”.

Após a aprovação deste novo Projeto, a pessoa que comprar bebidas com o objetivo de levar para sua residência, poderá fazê-lo, desde que a transporte no porta-malas. O que a nova Lei combaterá são fatores que têm grande potencial de incentivar o consumo de álcool pelos motoristas: aquela latinha ou garrafa que fica ao lado do motorista ou com o passageiro pode induzir o motorista a beber. “A pessoa Educada é mais preparada para cumprir as leis. O governo também tem de cumprir a sua parte que é arrumar as estradas e fazer valer a Lei intensificando a fiscalização”, finalizou.

O programa Palavra Aberta, com a entrevista do deputado Lázaro Botelho, foi ao ar nesta segunda, 30, às 8h, com reapresentações às 13h15 e 19h45 pela TV Câmara que pode ser assistida pela internet no endereço www.camara.gov.br; pelo Canal 27 em UHF, no Distrito Federal; e via Parabólica para o restante do país; por meio da Sky Net - canal 28; Tecsat - canal 16; e Directv - canal 235.

Fonte: Assessoria de Imprensa Lázaro Botelho