Campo

Foto: Joatan Silva

O secretário da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, Jaime Café e o subsecretário de Energias Limpas, Ailton Araújo, se reunirão com representantes da Embaixada da Inglaterra, em Brasília, nesta quarta-feira, 1ª de junho, para discutir parcerias de projetos a serem implantados no Tocantins. De acordo com o subsecretário de Energias Limpas, os representantes da Embaixada já visitaram o Estado e sinalizaram possibilidade de firmar parcerias, para desenvolvimento de projetos para produção de energia renovável.

O primeiro projeto a ser apresentado almeja captar esgoto, para aproveitamento energético através do biogás, em municípios pequenos do Tocantins. Para a execução do projeto piloto é necessário um investimento de US$ 2,8 milhões. “Esse é um projeto importantíssimo, que é viável e que pode ser levado num segundo momento para 80 municípios tocantinenses”, assegurou Ailton.

Ainda na Embaixada da Inglaterra, será apresentado um projeto de sustentabilidade de energia que prevê a substituição de carvão vegetal nas cerâmicas do Estado, por produtos como o capim elefante, casca de arroz e resíduos de madeira, dentre outros. De acordo com o subsecretário, três das 74 cerâmicas do Tocantins já substituíram a utilização do carvão vegetal e por isso recebem crédito de carbono. O intuito desse projeto é buscar recursos para financiar a substituição dos equipamentos nas indústrias de cerâmica e assim diminuir o desmatamento do Estado.

Jaime Café e Ailton Araújo ainda se reunirão com representantes do Ministério de Minas e Energia e da Eletronorte, para buscar recursos para aquisição de 50 placas de geração de energia solar, para levar eletricidade às localidades rurais que ainda não tem energia. Inicialmente, a Sepel - Subsecretaria de Produção de Energias Limpas pretende implantar 10 unidades de geração de energia solar em áreas rurais do Sudeste do Estado, que tem sofrido com a seca nos últimos anos. O intuito é levar essa iniciativa para todo o Tocantins.

O subsecretário Ailton Araújo ainda terá agenda em Brasília na quinta-feira, 2 de junho, onde se reunirá com coordenador de Agroenergia, Denílson Ferreira, do Mapa – Ministério da Agricultura, da Pecuária do Abastecimento. Neste encontro, o subsecretário buscará recursos financeiros, na ordem de R$ 400 mil, para a elaboração do Plano Estadual de Agroenergia nos 139 municípios tocantinenses. Este plano será desenvolvido pela Sepel em parceria com a Universidade Federal do Tocantins e Unitins – Fundação Universidade do Tocantins.

Fonte: Ascom Seagro