Polí­tica

Foto: Divulgação

O senador Demóstenes Torres (DEM/GO) afirmou que o PSD não terá condições jurídicas para disputar as eleições municipais de 2012. Durante o “Encontro Estadual do Democratas”, realizado nesta quinta-feira, 16, na Assembléia Legislativa, o senador, que já foi presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, diz que “esse partido não conseguirá cumprir todos os trâmites legais para registrar a legenda até outubro de 2011”.

O senador criticou os políticos que deixam o posicionamento oposicionista por questões momentânea. “Cadê aqueles que foram eleitos e viraram a casaca, foram para o outro lado e não tiveram a coragem de abrir o bico. A oposição honra o voto, aplaude os acertos. Nós não somos golpistas. Nossa vocação também é essa, apontar o erro para que seja corrigido”.

Em seu discurso, Demóstenes afirmou que o encontro representa o orgulho e prestígio nacionalmente. “Hoje estamos aqui porque não viramos casaca não. Nós somos Democratas, com a confiança dos 44 milhões de votos que os brasileiros nos deram”, afirmou.

Convocando a participação de todos os correligionários no sentido de ampliar o número de filiados no Tocantins, Demóstenes falou sobre as principais bandeiras do DEM. “Nós vamos continuar no DEM, nós vamos honrar essa tradição de fazer o bom combate, de fazer com que a sociedade vá adiante, de combater o crime, de não permitir que a droga seja liberada no Brasil e de defender os professores”.

Demóstenes falou sobre o quadro político tocantinense e a relação do Democratas e PSDB no Estado. Segundo ele, o Governo Siqueira Campos tem demonstrado que é parceiro dos Democratas e históricamente tem provado isso com ações. “Quiseram dizer que o governador não ia mais atender o DEM. Doente em Goiânia, mandou o filho aqui dizer que as portas estão abertas para o DEM”, finalizou o senador.

O Encontro Estadual do Democratas reuniu mais de 600 pessoas no auditório da Assembléia Legislativa do Tocantins. Ao todo 16 prefeitos e cerca de 30 vereadores prestigiaram o evento.

Estiveram presentes o Senador Demóstenes Torres, o presidente nacional do DEM, Senador Agripino Maia (RN), o senador Ataídes Oliveira (PSDB/TO) os deputados federais Efraim Filho (PB), Pauderney Avelino (AM), Professora Dorinha (TO), deputados estaduais Osires Damaso, Luana Ribeiro, Marcelo Lelis, Eli Borges, Raimundo Palito, o secretário de Planejamento e Modernização da Gestão Pública, Eduardo Siqueira representou o governo, além de outros secretários de Estado.

Da Redação com informações da Assessoria de Imprensa/ DEM