Polí­tica

O senador Demostenes Torres, o presidente do DEM Nacional e senador Agripino Maia, o deputado federal e presidente da juventude Democratas, Efrain Filho, o ex-vice presidente da república Marco Maciel, além do deputado federal Pauderney Avelino estão em Palmas nesta quinta-feira para se reunir com líderes do Democratas no Estado.

A deputada federal Dorinha Seabra e o presidente estadual do Democratas, Osíres Damaso acompanharam os líderes.

Em entrevista o Agripino Maia salientou que os que deixaram o partido “falsiaram o voto do povo”, disse. “O partido está resistindo bem o importante é manter a coerência”, salientou.

O senador frisou que a legenda quer ter candidatos próprios no próximo ano em todos os municípios onde houver viabilidade inclusive em Palmas onde o vereador Fernando Rezende é o nome cotado.

Agripino frisou que o partido continua respeitado no Brasil mesmo no atual momento de divisão interna.

Kátia e PSD

Indagado pelo Conexão Tocantins se o Tocantins deve ser o Estado com maior perdas em razão da senadora Kátia Abreu que encabeça o movimento para criação do PSD ele frisou que “nem de longe” há essa expectativa de perdas.

Segundo Agripino será muito difícil o partido conseguir o registro. “Ainda mais depois da divulgação na mídia de que na lista de criação do partido tinha até nome de pessoas mortas e ainda uso da máquina para conseguir nomes”, frisou.

Com relação a nomes do partido que possivelmente venham a desistir de sair da legenda mesmo depois de anunciado o presidente frisou que não haverá ressentimentos com relação a tais membros.

Estímulo para 2012

Marco Maciel falou da necessidade de estimular candidaturas próprias. “Porque daí surgem novas lideranças e o partido vai se renovando”, disse.