Estado

Foto: Secom Governo promoveu bombeiros no dia 1º de julho Governo promoveu bombeiros no dia 1º de julho

A promoção dos bombeiros militares concedida pelo governo na última semana gera o descontentamento de um grupo que questiona o critério adotado pelo governo estadual para as 241 promoções concedidas.

Em entrevista ao Conexão Tocantins, o comandante Heraclides Pereira Filho salientou que a manifestação contrária às promoções é feita por um grupo que ele chamou de “insignificante”.

Sobre os critérios adotados para as promoções o comandante frisou que estes foram bem claros e negou qualquer tipo de interferência política. “Foram os critérios normais de excepcionalidade e relevante serviço prestado”, pontuou.

Questionado se a manifestação dos descontentes pode provocar uma reavaliação na lista de promoções o comandante frisou que tudo será mantido como está.

Carta aberta

Um grupo de descontentes divulgou nesta terça-feira, 5, uma carta aberta onde questionam o governo sobre as promoções. Na carta o grupo sustenta que houve uma “troca suja de favores” e pedem tratamento igualitário.

Na Assembleia Legislativa também houve uma repercussão do assunto quando o próprio líder do governo, José Bonifácio (PR) frisou que vai analisar requerimento do deputado estadual Sargento Aragão que pede a extensão das promoções para os demais da corporação dos bombeiros.

Na discussão sobre o assunto o líder chegou a afirmar ainda que faltou sintonia entre o governo e o secretariado para resolver assuntos desta natureza.