Campo

Foto: Juliano Ribeiro

Hoje a silvicultura representa 8% do total da exportação brasileira e emprega mais de 1,5 milhão de pessoas, segundo a RS Florestal. Com o objetivo de aumentar esses números, o Tocantins sediará o 1º Business Forestry 2011, nesta quarta-feira, dia 24. O evento, realizado pela RS Florestal com o apoio da Seagro – Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Agrário, acontecerá no auditório Dr. Ernando Lima, na sede da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil, em Palmas.

O objetivo do evento, segundo representantes da empresa organizadora, RS Florestal, é debater o setor florestal e as excelentes condições do Tocantins para a cultura. De acordo com o diretor geral da empresa, Renato Venício Suckow, o Estado tem elevada extensão de terras apropriadas, mão de obra em abundância, clima e solo favoráveis e os investidores nacionais e internacionais precisam conhecer essa realidade.

Atualmente, o Tocantins tem aproximadamente 58 mil hectares de árvores plantadas. A maioria é de eucalipto. A proposta da Aretins - Associação de Reflorestamento do Tocantins - é que o número total de área aumente para 600 mil hectares até 2014.

De acordo com especialistas, o investimento em silvicultura mostra-se seguro e altamente rentável, contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico do País. Segundo estatísticas econômicas, o agronegócio florestal brasileiro já representa 5% do PIB – Produto Interno Bruto. A contribuição anual é de mais de U$ 22milhões.

Inscrições

As inscrições podem ser realizadas pelo site da Seagro (www.seagro.to.gov.br),no link do evento, ou no site rsflorestalconsultoria.com. A taxa custa R0,00 e podem se inscrever empresários, produtores e interessados no assunto.

Programação

9h – Credenciamento

9h30 – Palestra: O Segmento Florestal e a sua importância no Agronegócio Brasileiro

10h15 – Palestra: Utilização de Recursos Hídricos na Produção Florestal

11h – Almoço

13h – Palestra: Manejo Nutricional de Florestas Plantadas de Eucalipto

14h – Sistemas Flexíveis de Produção Florestal

15h – Encerramento