Bastidores

Foto: Divulgação

Esta semana as discussões sobre o aumento de vagas na Câmara de Palmas seguem polarizadas mas segundo fonte do Conexão Tocantins já há um entendimento prévio entre os parlamentares para que sejam aprovadas 19 vagas para a próxima legislatura.

A proposta de 19 vagas foi sugerida por alguns presidentes de partidos consultados na discussão e fica próxima do critério de proporcionalidade, defendido por maioria dos vereadores. Conforme a legislação cidades com população entre 160 e 300 mil pessoas pode ter até 21 parlamentares. A capital conta hoje com 233 mil habitantes.

O presidente Ivory de Lira apresentará esta semana o resultado de uma pesquisa realizada que consultou a população sobre o assunto.

O aumento nas vagas não implica em mais verbas para a Casa de Leis pelo contrário pode gerar redução de pessoal nos gabinetes e até repasse mensal para custos dos vereadores.

Divisão

Nos discursos e pronunciamentos dos parlamentares é notável a divergência sobre o assunto. Vereadores ouvidos na manhã desta segunda-feira, 19, manifestaram cautela com o assunto e necessidade de levar em consideração a opinião da população.

O petista Bismarque do Movimento por exemplo frisou hoje que gostaria que o aumento fosse de 21 vagas. “Primeiro porque não vai aumentar para o bolso do contribuinte, depois vai diminuir as regalias e ainda tornar a câmara mais independente e representativa”, defendeu.