Geral

Foto: Divulgação

Pequi, cajuí, manga e coco babaçu são alguns dos sabores tocantinenses que os mais de 2 mil participantes da 4ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional podem experimentar no estande do Estado do Tocantins.

A exposição acontece paralela à programação da 4ª Conferência, que segue até o final desta quinta-feira, 10, no Centro de Convenções da Bahia. Além dos sabores o Estado do Tocantins tem a oportunidade de mostrar ao Brasil e aos demais países participantes as atividades do Consea – Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional e os programas e projetos que desenvolve na área.

Os destaques são para o Plano Estadual de Segurança Alimentar e o Plano Tocantins sem Miséria que contém os pontos estratégicos para o combate a miséria no Estado, sendo eles a transferência de renda, acesso aos serviços públicos e a inclusão produtiva. O plano é composto pelas propostas das secretarias do Trabalho e da Assistência Social, Saúde, Educação, Agricultura, Habitação e Esporte.

A Setas – Secretaria do Trabalho e da Assistência Social levou uma pequena mostra de suas atividades com o Provida e a Recriarte. O Provida oferece oficinas gratuitas de alimentação saudável e aproveitamento integral dos alimentos. Segundo a nutricionista do projeto, Nelma Honório da Costa, o grande objetivo das oficinas é ensinar e incentivar as famílias a utilizarem os frutos regionais e explica: “Muitas vezes as pessoas reclamam de falta de alimentos, por não conhecerem a riqueza disponível no próprio quintal. Segundo Nelma o trabalho do Provida é justamente ensinar diferentes e saborosas receitas que aproveitem os alimentos regionais.

Já a Recriarte é um projeto que oferece cursos gratuitos de artesanato, confecção e reciclagem visando a inclusão produtiva de famílias de baixa renda do Tocantins. No estande, os trabalhos do Projeto encantaram os participantes pelo capricho e originalidade.

A 4ª Conferência Nacional reúne de 7 a 11 de novembro em Salvador- BA, mais de duas mil pessoas sendo 1.600 delegados representantes dos 27 estados brasileiros, e ainda, convidados estrangeiros e nacionais. A delegação tocantinense é composta por 38 delegados, além de convidados e expositores. (Ascom Setas)