Polí­cia

A diretoria do FAM – Fundo de Assistência aos Militares lançou, na manhã desta segunda-feira, 05, na sede do Sest/Senat, em Palmas, a semana que será dedicada à elaboração do seu Planejamento Estratégico/2012. O evento, que prossegue até a sexta-feira, 09, contou com a presença do comandante geral da Polícia Militar do Tocantins, coronel Marielton Francisco dos Santos; do diretor-presidente do FAM, coronel Glauber de Oliveira Santos, e representantes de todas as unidades da PM no Estado.

A semana foi aberta com a palestra “Planejamento Estratégico: Análise de Caso do MPE/TO”, com o chefe do Departamento de Planejamento e Gestão do Ministério Pùblico do Estado do Tocantins, João Ricardo de Araújo Silva, que falou das experiências do MPE na elaboração e execução do Planejamento do órgão.

“A elaboração do Planejamento Estratégico do FAM assume um papel importantíssimo para a cobertura e assistência de nossos militares, representa também onde queremos chegar e como queremos chegar, para atender a todas as demandas dos policiais e bombeiros militares”, avaliou o coronel Marielton.

Para o coronel Glauber, o FAM cresceu e hoje apresenta uma alta demanda, o que para ele responde à necessidade de se elaborar um planejamento com a participação de todos. “Precisamos planejar o emprego de recursos, nos fortalecermos, reunir esforços, ideias e equacionar da melhor forma possível nossos recursos”, disse o diretor-presidente. Atualmente, o FAM conta com pouco mais de 15 mil beneficiários em todo o Estado (entre ativos, inativos e seus depenentes). O Fundo é constituído com recursos próprios recolhidos dos vencimentos de seus beneficiários (PMs e bombeiros – o correspondente a 0,5% do salário desses militares).

A Palestra

O palestrante João Ricardo de Araújo Silva ressaltou a necessidade de todos os que compõem o FAM conhecerem a realidade da entidade para saberem atuar no mesmo. Tomando como base a realidade do Ministério Pùblico, ele explanou sobre os níveis hierárquicos do PE (Estratégico, Tático e Operacional), as etapas do Planejamento, a exemplo da Concepção, Gestão do Conhecimento, Formulação, Implementação e Avaliação e Reavaliação.

Outros pontos abordados na palestra foram a habilidade dos gestores para a boa condução do que foi planejado, a análise do cenário do órgão (suas forças, fraquezas, oportunidades e ameaças), bem como a necessidade de se respeitar a importância da comunicação entre todas as partes envolvidas no planejamento, para que haja um fluxo de informações eficaz e de resultados. Ao final de sua palestra, João Ricardo recebeu da PMTO o diploma de “Colaborador Benemérito”.

Também prestigiaram o evento o subchefe do Estado Maior da PMTO, coronel José Antônio de Souza; o assessor jurídico da PMTO, coronel Eurivan Francisco Lima; o chefe do Estado Maior do Corpo de Bombeiros Militares, coronel Erli Lemes; entre outros militares e bombeiros. (Ascom PM)