Polí­cia

Foto: Ascom/Sejudh

O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência – PROERD, da Polícia Militar, encerrou na manhã desta quarta-feira, 14, o II Seminário Tocantinense do PROERD, no qual participaram 61 policiais, o evento em parceria com a Secretaria Estadual da Justiça e Direitos Humanos, por meio da Superintendência de Ações sobre Drogas, foi custeado pelo Fundo Estadual sobre Drogas.

A superintendente de Ações sobre Drogas da Secretaria da Justiça e Direitos Humanos, Magda Valadares, ministrou palestra no evento, que contou com as presenças do secretário da Justiça e dos Direitos Humanos, Djalma Leandro; o comandante geral da Polícia Militar no Tocantins, coronel Marielton Francisco dos Santos e demais autoridades.

Segundo o coronel Marielton, o Proerd já trabalhou a prevenção ao uso de drogas a mais de 160 mil crianças, o que significa mais de 10% da população tocantinense. Em seu pronunciamento o comandante agradeceu ao secretário Djalma Leandro, pela parceria realizada e disse esperar que em 2012 continue.

Para Djalma Leandro, a Polícia Militar vem desenvolvendo um trabalho muito importante e eficiente. “Enaltecemos este seminário porque vem de encontro às necessidades e a filosofia do atual governo, objetivando por um limite neste mal terrível que são as drogas”, ressaltou o secretário.

O Proerd que contava com ações voltadas à crianças desde o ensino fundamental até o 5º ano, poderá agora com esta atualização curricular, atender também a adolescentes do 7º ano. Atualmente o Proerd possui 89 instrutores em todo o Estado.

PROERD

É um programa educacional preventivo, um efetivo fator de proteção desenvolvido pela Polícia Militar, para a valorização da vida, que busca contribuir para o fortalecimento da cultura da Paz e a construção de uma sociedade mais saudável, feliz e principalmente mais segura. (Ascom SEJUDH)