Campo

Foto: Divulgação

O Insituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) e a Escola Familia Agricola de Porto Nacional trabalham em parceria para viabilizar a instalação de um abatedouro de aves. Nesse sentido, nesta quinta-feira, 05 de janeiro, o presidente do Ruraltins, Olimpio Mascarenhas, acompanhado de técnicos do órgão, visitou as instalações do predio onde será implantada a unidade de abate de aves, construida nas dependencias da própria escola.

De acordo com a diretora da escola, Deusina Ribeiro dos Reis Pereira, o projeto de avicultura vem sendo trabalhado há mais de dois anos e pretende motivar a aprendizagem dos alunos, desenvolvendo a capacidade técnica, além de beneficiar as familias camponesas atendidas pela escola incentivando a geração de renda. “ A primeira etapa do projeto que era a montagem da estrutura fisica está concluida. Agora buscamos as orientações técnicas do Ruraltins, no sentido de darmos prosseguimento ao que foi planejado, pois precisamos ainda adquirir os equipamentos e nos adequarmos as normas sanitárias”, disse.

Durante a visita o presidente do Ruraltins, Olimpio Mascarenhas, destacou que a atividade avicola é uma oportunidade de negócios e que a unidade de abate significa um grande avanço, não só para a escola, mas também para os agricultores familiares . “A importância do projeto é muito grande, pois os agricultores terão um espaço de abate adequado às normas sanitárias e condições de colocar o produto no mercado, comercializando não só na região mas em todo Estado. Vamos buscar parcerias da Seagro e da Adapec para que o abatedouro começe a funcionar o mais rápido possivel”, conclui .

A Escola Familia Agricola de Porto Nacional atende 309 estudantes e mais de 200 familias camponesas da região serão beneficiadas com o projeto de instalação do abatedouro de aves. (Ascom Ruraltins)