Polí­tica

Foto: Divulgação

Uma nova reunião realizada na noite da última quinta, 1º de março, em Miracema do Tocantins, reforçou o grupo de partidos aliados para as próximas eleições. Com a participação de nove partidos (PT, PV, PPS, PSB, PTdoB, PPL, DEM, PSD, PCdoB), o encontro serviu para integrar o PSD, que demonstrou o desejo de se juntar ao grupo nas disputas eleitorais deste ano.

Todos os representes partidários fizeram uso da palavra e juntos defenderam o mesmo objetivo: unir forças e lançar o candidato a prefeito e vice. Ainda durante a reunião foi definido um calendário de ações e a articulação de cada agremiação na mobilização das lideranças estaduais e nacionais para o grande evento que oficializará a união do grupo. O evento terá data confirmada nopróximo encontro.

Os líderes ainda decidiram os critérios de escolha dos candidatos cabeça de chapa. Ficou definido que prevalecerá os nomes que tiverem maior identificação por parte da sociedade. O grupo é formado por pessoas idôneas e fichas limpa, que acima de tudo têm a responsabilidade e a capacidade de fazer uma administração diferente da atual e das últimas que passaram pelo paço municipal. Uma vez que, tanto o grupo do atual quanto do ex-prefeito já demonstraram que não corresponderam às expectativas do povo miracemense, deixando a cidade abandonada e semperspectiva de desenvolvimento.

O grupo dispõe atualmente de cinco pré-candidatos a prefeito, que a partir de agora deverão trabalhar para unificação e definição de uma cabeça de chapa. São eles: Herlan Torres (PT), Manoelzinho da Sucan (PV), Joan Célio (PSB), Toninho da Brilho (PPS) e Juraci dos Santos (Juarão) – PSD. Além dos representantes de cada partido, também participaram do encontro o pré-candidato pelo PT a prefeito de Dianópolis Mauro da Caixa, que também é o atual gerente da Caixa Econômica em Miracema do Tocantins e o subgerente Protásio.