Polí­tica

Foto: Divulgação

O caos na saúde foi abordado na sessão desta quinta-feira, 15, pelo vereador Folha (PTN), que citou inclusive a contaminação do laboratório Lacen. Criticou a contratação, pelo Estado, da Pró-Saúde para gerenciar 17 dos 19 hospitais públicos do Tocantins. “O povo já não tem confiança na Saúde do Tocantins”, disse Folha.

Suas críticas se estenderam ao deputado Marcelo Lelis (PV) que sempre foi um grande crítico do governo estadual, agora, andaria escondido. “Ninguém sabe onde ele anda. A Saúde está com cartão amarelo e quero dar cartão vermelho para o deputado Marcelo Lelis que não toma uma atitude.”

A vereadora Divina Márcia disse que constatou, pessoalmente, os problemas na saúde, depois da internação e morte de uma parente no Hospital Geral de Palmas. “A situação (da saúde) precisa ser revista e precisamos cobrar muito”, afirmou.

Em aparte, a vereadora Cirlene Pugliesi (PMDB) lembrou que quem precisa de hospital quer um bom atendimento e voltou a manifestar a sua crença de que o novo secretário, Nicolau Esteves, poderá mudar a situação. (Ascom Câmara)