Polí­tica

Foto: Divulgação

(PTN), a presidente estadual do PTN, Cínthia Ribeiro, se reuniu com os presidentes das Comissões do Partido no final da semana passada em Palmas. E garantiu: as candidaturas serão respeitadas. “Não vamos impedir nenhuma candidatura. Vamos respeitar as particularidades de cada município e os companheiros estão livres para fazer as composições necessárias”, destacou. A afirmação foi muito aplaudida pelos presentes.

Outro ponto importante abordado no encontro, que reuniu representantes de 20 municípios, foram as renovações das Comissões. O PTN está passando por um processo de reformulação, mas segundo a presidente, não haverá mudança nas composições. Diferentemente do que era praticado, quando as renovações aconteciam a cada 90 dias, a partir de agora, as Comissões serão revalidadas num prazo de nove meses. E, por causa disso, as próximas renovações serão somente após as eleições, quando será um feito um balanço do processo eleitoral. A decisão trouxe estabilidade ao grupo, como afirmou Paulo Márcio do PTN de Itaguatins. “Hoje sentimos firmeza, sentimos que temos uma presidência”, destacou.

Momento promissor

De acordo com a presidente é momento de olhar para o futuro. “As dificuldades que o PTN teve no passado, ficaram para trás. Hoje queremos viver uma nova realidade, uma nova história”, afirmou. Em discurso, Cínthia destacou o respeito que o Partido terá à cada candidatura municipal, considerando cada realidade. “Todas as candidaturas serão mantidas e, falando em coligações, cada caso será tratado separadamente, com respeito às lideranças e filiados”.

Foco no fortalecimento

A vice-presidente do PTN, vereadora Divina Márcia, reforçou o compromisso do partido com o êxito nas eleições. “Queremos ser fortes no âmbito municipal e estadual. O PTN tem o compromisso de ter um deputado federal em 2014. Mas vamos trabalhar também para fazer o maior número de deputados estaduais, vereadores e prefeitos”, disse. Há uma necessidade do Partido de ter representantes na Câmara Federal e na Assembleia Legislativa, e, segundo o que foi colocado no encontro, este processo começa a ser alicerçado em 2012.

O vereador José do Lago Folha, presidente metropolitano do Partido, frisou em discurso a força do PTN. “Temos 15 vereadores eleitos no Estado e nos destacamos também em Palmas. Não estávamos satisfeitos com a situação anterior, não éramos um grupo e não se faz política sozinho”, disse Folha. De acordo com ele, agora o momento é outro, com um grupo unido em torno do fortalecimento da sigla. “O projeto do PTN está em primeiro lugar, se for importante para o Partido, faremos coligações”, concluiu.(Com informações da Ascom PTN)