Polí­tica

Foto: Divulgação

Reafirmando a autonomia do presidente do diretório municipal da capital, vereador Ivory de Lira e do prefeito de Palmas, Raul Filho na condução do processo eleitoral de outubro o presidente regional do PT, Donizeti Nogueira afirmou ao Conexão Tocantins nesta quarta-feira, 2, que já está na hora das definições começarem a acontecer.

Para o petista, o partido, que conduz a base formada pelo PDT, PSB,PMDB e outras legendas menores, não está atrasado no processo. “Para quem está governando o PT não está atrasado no processo. Quem cuida da eleição municipal são os diretórios. O Ivory e o Raul estão no comando”, frisou.

O próprio PT inclusive ainda não definiu por uma só pré-candidatura já que além de Ivory também disputam a preferência do partido, o deputado estadual José Roberto Forzani e o filiado Nei Robson. A definição, segundo Donizeti, sai ainda neste mês de maio. “Penso que até o final de maio definimos os nomes e avançamos o diálogo com a base aliada”, informou.

O prefeito Raul estimou inicialmente que a definição do candidato do grupo que o PT faz parte seria no mês de abril. O gestor já cobrou mais agilidade no processo de definição por parte do grupo que tem como pré-candidatos a vice-prefeita Edna Agnolin (PDT), os membros do PSB Wanderlei Barbosa e Alan Barbiero e o peemedebista Eli Borges.

A pré-candidata do PR, deputada Luana Ribeiro afirmou na semana passada que integra o grupo do senador João Ribeiro mas ainda assim tem conversado e participado de reuniões dos partidos da base de Raul Filho.O PPS do deputado Sargento Aragão também tem sido convidado para os encontros do grupo.

Segundo alguns pré-candidatos informaram ao Conexão Tocantins nesta quarta-feira, não está previsto ainda nenhuma reunião para esta semana.O critério pré-estabelecido pelos partidos são as pesquisas qualitativas e quantitativas mas além deste combinado cada pré-candidato tem buscado aglutinar apoios para viabilizar a candidatura.