Polí­tica

Foto: Divulgação

Equipes de apoio ainda dão os últimos ajustes na decoração do auditório da Assembleia Legislativa que sediará a convenção partidária do PP que, ao contrário do seu principal adversário, o PV, que tem como pré-candidato o deputado Marcelo Lelis que já conta com o apoio de outros oito partidos, deve referendar o nome do empresário Carlos Amastha como seu candidato a prefeito de Palmas sem o respaldo formal de nenhum outro partido.

Nenhum nome de peso da direção nacional deve comparecer à solenidade que estava prevista para começar às 14 horas, com a abertura formal e o ato político de lançamento de Amastha marcado para as 16 horas.

Ambientada como uma festa junina, a convenção apresenta um jingle de convenção (confira o áudio ao lado) que em 2 minutos e 20 segundos elogia a capital tocantinense, ironiza a gestão do petista Raul Filho (PT) e dá uma indireta provocada no pré-candidato do PV à Prefeitura de Palmas, Marcelo Lelis.

Produzida pela agência palmense Public, a peça é um pout-pourri que agrupa paródias de famosas marchinhas juninas de domínio público - como Olha Pro Céu e Pagode Russo -, imortalizadas na voz de Luiz Gonzaga, cujo centenário se comemora em dezembro deste ano. Tocada sucessivamente, a canção completa o cenário de festa junina armado para a convenção.

Pela a transcrição do jingle feita pelo Conexão Tocantins a partir da versão com locução, a paródia começa enaltecendo Palmas e a relaciona à obra mais conhecida do pré-candidato na capital, o Capim Dourado Shopping. Em seguida, destaca a capacidade de receber "gente de todo lugar" numa referência aos milhares de migrantes da cidade, como o candidato Amastha, que é natural da Colômbia e migrou para o Tocantins após residir por décadas no Sul do País.

Em uma transição entre as estrofes, o locutor critica o desânimo e o abandono da cidade que "parecia que crescia e agora não cresce mais", numa crítica bem humorada à gestão do prefeito Raul Filho (PT).

Em outra transição, a crítica resvala no principal adversário na disputa, Marcelo Lelis. A locução considera Amastha o "novo verdadeiro" e toma emprestado um dos adjetivos até agora associados ao deputado do Partido Verde, de quem o empresário se afastou politicamente quando deixou o PV alegando falta de espaço.

Por fim, a paródia apresenta o candidato como "ousado e competente", protagonista de oportunidades para a população palmense e capaz de fazer a cidade "avançar".

Confira a letra abaixo e ouça o jingle no arquivo no alto da página.

Olha a cidade meu povo
Veja como ela é linda
Tem a beleza do Capim Dourado
E de suas praças floridas

Palmas é Porto seguro
Grande coração de mãe
Recebe gente de todo lugar
Palmas sorria pra cá

[ Locução ]
Êh, Êh, gente,
Mas a cidade tá desanimada
Tá largada, alguém
Tem que dar um jeito

Mas eu bem sei
Que tem que melhorar
A cidade tá largada
Está de desanimar [É verdade]

Mas eu bem sei
Que tem que melhorar
A cidade tá largada
Está de desanimar [ Hum! ]

Parecia que crescia
E agora não cresce mais
Todo mundo só pergunta
Se agora vai ou não vai [Repete]

Lá vem Amastha
Amastha vem agora
É mudança com atitude
É mudança sem demora [repete]

[ Locução ]
Amastha trouxe novidade
Prá nossa cidade
Ele é o novo verdadeiro

O Amastha é ousado
Também competente
Deu oportunidade
Pra muita gente

Vou mudar, vou mudar
Amastha prefeito
Pra gente avançar [Vamosimbora]

O Amastha é ousado
Também competente
Deu oportunidade pra muita gente
[Eita cabra bom]

Vou mudar, vou mudar
Amastha prefeito
Pra gente avançar
Lá vem Amastha

Amastha vem agora
É mudança com atitude
É mudança sem demora
[Repete 5 vezes]

[É Amastha prefeito, meu povo]