Polí­cia

Foto: Divulgação

O comandante da Polícia Militar, coronel Marielton Francisco do Santos, disse ao Conexão, por telefone, que os 115 veículos locados pela PM da Quality Aluguel de Veículos estavam cedidos para outros órgãos e tiveram o termo de cessão extintos para atender determinação do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

A PM, segundo o comandante, seguirá com 345 veículos para o trabalho de policiamento. “A PM vai continuar com essas 345 viaturas; o cidadão pode ficar tranquilo”, disse, por telefone.

Na manhã desta terça-feira, o Conexão mostrou que o comandante cortou 25% das viaturas alugadas da empresa em contrato firmado desde 2007 com o contrato redefinido para R$ 11.218.476,00 entre janeiro e setembro deste ano.

Em nota enviada ao site, o Comando da Polícia Militar reforçou as explicações do comandante e afirmou que “não houve redução na logística no que se refere à quantidade de viaturas empregadas na atividade fim da PM-TO” e que o redutor foi aplicado sobre 115 veículos a disposição de outras pastas. “Atualmente a PM-TO conta com as mesmas 345 viaturas fazendo o policiamento, e não mais gerencia os veículos que estavam à disposição de outros órgãos”, diz a nota reproduzida abaixo na íntegra.

NOTA Nº 078 /2012

ASSUNTO: Frota da PM

O Comando da Polícia Militar esclarece à comunidade que não houve qualquer redução do quantitativo de viaturas locadas em circulação. O que houve foi uma adequação no contrato original, atendendo recomendação do Tribunal de Contas e Procuradoria Geral do Estado.

Antes do redutor a PM-TO contava com 345 viaturas locadas a disposição do policiamento ostensivo, e 115 (25%), a disposição de outras pastas. Atualmente a PM-TO conta com as mesmas 345 viaturas fazendo o policiamento, e não mais gerencia os veículos que estavam à disposição de outros órgãos.

Portanto a comunidade Tocantinense pode ficar tranquila, pois não houve redução na logística no que se refere à quantidade de viaturas empregadas na atividade fim da PM-TO, estando o Comando da instituição a disposição para maiores esclarecimentos.

Quartel do Comando Geral

Palmas, 19 de junho de 2012.

ASCOM/PMTO