Estado

Foto: Divulgação O grupo postou esse vídeo na página inicial da PM O grupo postou esse vídeo na página inicial da PM
  • A invasão foi também anunciada no twitter do grupo

Por volta das 12 horas desta sexta-feira, 22, o site da Polícia Militar do Tocantins voltou a ser novamente atacado pelo grupo Anonymous. Assim como na primeira invasão, na quarta-feira, 20, o grupo de hackers não destruiu o sistema mas modificaram a página inicial do site com um vídeo que traz mensagem de protesto inclusive lembra a realização da Rio+20.

Segundo especialistas da área de informática ouvidos pelo Conexão Tocantins a segunda invasão foi possível por que existe uma falha de segurança no servidor no site e, sendo assim, o problema de vulnerabilidade na página do órgão continua o que teria permitido a segunda invasão.

Assim como da primeira vez o grupo anunciou através da sua página do Twitter a invasão ao site da PM. O vídeo postado é o mesmo da quarta-feira, 20. Após a invasão o site continuou no ar com as informações da PM. Outros sites nacionais também foram atacados pelo grupo.

Na mensagem, o grupo fala que a decadência está em níveis alarmantes no mundo e convoca a população a participar das discussões sobre desenvolvimento sustentável na Rio+20. “A Anonymous gostaria de lembrá-los que não importa o número de reuniões feitas, se o povo não se posicionar e agir com sua parcela de participação, o poder da tomada de decisões, longe do povo”, diz o comunicado.

O mesmo aconteceu com o site da Secretaria Estadual da Educação (Seduc) por volta das 13 horas. Também é a segunda invasão a página do órgão.

(Atualizada às 13h49min)