Esporte

Foto: Divulgação

A primeira participação dos 135 alunos-atletas do Tocantins que representam o Estado nas Olimpíadas Escolares, na categoria 12 a 14 anos, em Poços de Caldas, Minas Gerais, aconteceu durante a cerimônia de abertura do evento nesta última sexta-feira, 7.

Na ocasião, eles puderam conhecer vários dos aproximadamente 4 mil outros participantes, vindos dos 25 demais estados brasileiros e do Distrito Federal, além daqueles que integram a delegação da cidade anfitriã de 2012 e de atletas olímpicos que fizeram parte da festa, como o nadador Leonardo de Deus, nascido em Poços, a mesa-tenista Lígia Silva, o lutador Antoine Jaoude, a ginasta Angélica Kvieczynski e a ex-jogadora de vôlei Leila Barros.

Escolhida para ser a porta-bandeira da delegação tocantinense durante a abertura, Jakeliny Soares de Oliveira, atleta do atletismo no salto em distância, não escondia a emoção que sentia pelo que estava vivendo. “É um privilégio para mim poder segurar a bandeira do Tocantins aqui. Eu ainda estou muito nervosa, porque esta foi a primeira vez que viajei de avião, que saí do Estado e que venho para uma Olimpíada; estou muito feliz com tudo isto”, ressaltou Jakeliny, de 13 anos.

Primeiras disputas

Na estreia das disputas das Olimpíadas Escolares, que contam, por enquanto, apenas com embates nas modalidades Atletismo, Badminton, Ciclismo, Ginástica Rítmica, Judô, Luta Olímpica, Natação, Tênis de Mesa e Xadrez, alguns atletas tocantinenses obtiveram expressivos resultados, como foi o caso de Walleson Nascimento, que conquistou uma vaga nas finais do salto em altura, um feito inédito para o Tocantins e que deixou o aluno-atleta em êxtase. “É muita felicidade o que sinto; não tem como explicar. Eu comecei a treinar no início deste ano; daí já ganhei a fase regional dos Jets (Jogos Estudantis do Tocantins), depois a estadual, e agora estou na final das Olimpíadas. Tudo está acontecendo muito rápido; eu mesmo não acreditava que seria assim. Mas tudo isto é resultado dos nossos treinos, e eu me dedico bastante a eles. Eu agradeço muito aos meus amigos de treino e ao meu treinador Max (Max Augusto do Carmo), que é quem me ensina tudo”, afirmou o jovem de 14 anos, que ainda terá três anos de Jets e Olimpídas pela frente, fazendo nascer uma positiva expectativa em relação ao crescimento dele dentro deste esporte.

Já no Judô, no peso-pesado (acima de 64 kg), Mateus Pereira foi exemplo de superação e conquistou a quinta colocação no torneio, que foi muito comemorada pelo judoca. “Estou feliz demais. Em junho, eu disputei as finais do Brasileiro Sub-15 e não fui bem, ficando apenas em 25º lugar. Agora, foi diferente, eu vim melhor e venci a luta contra o atleta do Ceará, que me assustava de tão forte, perdi para o Mineiro por um erro bobo meu, ganhei do representante de Roraima, derrotei o faixa-roxa do Distrito Federal e, na disputa pelo bronze, não consegui superar o atleta do Pará. A quinta colocação é uma excelente conquista, por isto estou muito satisfeito com o que conquistei”, disse, satisfeito, o aluno-atleta de 13 anos.

Segundo dia de competições

Neste sábado, segundo dia de confrontos ainda nas modalidades individuais, além da final do salto em altura e de outras modalidades do atletismo, os representantes do Tocantins disputarão as semifinais do atletismo na prova de 75 metros com dois alunos-atletas. No arremesso de disco, uma tocantinense pode ser classificar, também, para a fase semifinal.

Haverá, ainda, novas disputas no Ciclismo, na Ginástica Rítmica, no Judô, na Natação, no Tênis de Mesa e no Xadrez. (Ascom Seduc)