Polí­tica

A figura da Pipa será o símbolo da Educação Integral da Rede Pública Municipal de Palmas. O projeto de lei que institui o emblema foi apresentada à Mesa Diretora da Câmara dos Vereadores na sessão ordinária desta terça-feira, 2, e foi encaminhada à Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Casa.

Para representar a expressão da diversidade do processo educacional, a figura será reproduzida nas cores vermelho, amarelo, alaranjado, verde e azul. O símbolo será utilizado nos uniformes dos educandos das unidades educacionais, em placas e materiais de identificação e na divulgação das ações realizadas na rede municipal.  

Uso do solo

Também deram entrada no Legislativo Municipal, dois projetos de lei complementar, alterando o uso do solo de áreas comerciais. Um deles, medindo 2.360,64 m², localizado no Loteamento Orla 14, na Graciosa, e o outro com extensão de 8.106,02 m², fica no Lote 3, na subdivisão da Fazenda Taquaruçu, situado na Rodovia TO-050. Ambos serão destinados para Posto de Abastecimento de Combustível. Além deles, uma área de 465,00 m², na Arne 14, deve ser alterada para uso residencial unifamiliar.

Ordem do Dia

Doze requerimentos foram aprovados nesta manhã. Pedidos como a manutenção de rede elétrica, recapeamento asfáltico, ação tapa-buraco, recolhimento de entulhos e galhadas, a instalação  de faixas de sinalização e conclusão da rede de esgoto são algumas matérias da pauta. As solicitações são dos vereadores Aurismar Cavalcante (PSDB), Fernando Rezende (Democratas) e Jucelino Rodrigues (PTC).  (Dicom CMP)

Por: Redação

Tags: Câmara de Palmas, Educação Integral