Saúde

A Secretaria da Saúde de Palmas (Semus) esclareceu nesta quinta-feira, 08, as denúncias de funcionários do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) que informaram ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Palmas (SISEMP), que está faltando a injeção T 61, eutanásico de animais domésticos. Segundo os servidores a falta do eutanásico proporcionou uma superlotação nos canis e como os locais não possuem tela, os servidores acreditam que isso possa facilitar a disseminação do mosquito do calazar, já que há um acúmulo de animais soropositivos.

Os servidores alertaram também para o descarte inapropriado de pneus no local.

Segundo a Semus, diariamente dezenas de pneus são recolhidos em borracharias da cidade, como medida de prevenção de descarte inapropriado, para, em seguida, os pneus serem recolhidos pela associação Reciclanip e encaminhados à reciclagem. A Semus esclarece que a referida associação informou que está encaminhando quatro caminhões para retirada dos pneus no ecoponto do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).

Com relação ao eutanásico, a Semus informa que abriu licitação para compra do referido produto, mas a licitação foi deserta, isto é, não se apresentaram quaisquer interessados no processo. Por isso, o edital foi republicado. Para evitar a interrupção prolongada do serviço, a Semus buscou parceria com o município de Porto Nacional, que a título de empréstimo, fornecerão o produto.

Quanto aos veículos do CCZ, a Semus esclarece ainda que, foram entregues, este ano, ao CCZ quatro caminhonetes modelo Amarok e duas novas carrocinhas recém-entregues. A Semus também informa que já acionou a equipe de manutenção para os devidos reparos nos banheiros.