Polí­tica

Foto: Divulgação

O líder de governo na Assembleia Legislativa do Tocantins, deputado Osires Damaso (DEM) comentou, na manhã desta quinta-feira, 6, sobre o pedido de impeachment que o ex-governador Carlos Gaguim (PMDB) informou que entraria contra a atual gestão de Siqueira Campos (PSDB). Damaso, na ocasião, criticou a postura do ex-gestor e comparou a medida ao polêmico projeto de construção, em Palmas, de uma réplica da Torre Eiffel de Paris. “Isso parece aquela tentativa de construir a torre aqui”, comparou.

A ideia de construir a réplica da Torre Eiffel foi do então vereador Carlos Gaguim, que posteriormente viria se eleger deputado estadual e ainda governador do Estado em mandato tampão.

Ao Conexão Tocantins, o líder de governo falou de forma rápida antes do início de uma reunião a portas fechadas na sala VIP da Casa. De acordo com o deputado, a medida de Gaguim seria uma espécie de retaliação por sua condenação a oito anos de inelegibilidade. “Eu vejo isso como desespero por sua situação política”, salientou.

Oposição

Ainda na manhã de hoje, o deputado Stálin Bucar (PR), ao comentar as ações de Gaguim, destacou que não pretende apoiar o pedido de impeachment contra o governador. “Eu sou oposição ao governador, mas penso que precisa ser coerente”, salientou.

Já a deputada Josi Nunes (PMDB), correligionária de Gaguim, informou que ainda não tomou conhecimento do pedido do ex-governador e, por isso, não iria comentar neste momento. “Eu prefiro aguardar e tomar conhecimento antes de falar sobre o assunto”, disse.

Entenda

O ex-governador Carlos Gaguim entrou com ação, junto ao Ministério Público Federal (MPF) e Ministério Público Estadual (MPE), pedindo investigação de suposta influência do governo do Estado nas decisões dos conselheiros do Tribunal de Contas do Estado. Além disso, de acordo com o ex-governador, ele pretende entrar com pedido de Impeachment contra Siqueira Campos, já na próxima semana, junto à Assembleia Legislativa.