Campo

Foto: Márcio Vieira

Representantes da Seagro – Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e do Desenvolvimento Agrário e do MDA – Ministério do Desenvolvimento Agrário estiveram reunidos na tarde dessa quinta-feira, 10, para discutir as novas medidas de renegociação das dívidas dos projetos agrícolas do PNCF – Programa Nacional do Crédito Fundiário. Na última segunda-feira, 07, foi publicada Resolução nº 4.178, que garante benefícios aos pequenos produtores.

Segundo o coordenador do Crédito Fundiário da Seagro, José das Crianças Costa, das 3.755 famílias são beneficiadas com programa, mas 373 projetos estão inadimplentes. “Dentre os projetos agrícolas, 90% são coletivos, estão em nome de associações rurais. A resolução vai permitir a individualização dos contratos, para que cada produtor possa honrar com o compromisso”, explica.

Na Resolução anterior, a nº 4.029, os juros variavam de 2% a 5% e as parcelas eram limitadas em apenas seis. Na resolução atual, a nº 4.178, o juro foi reduzido de 0,5 a 2% e as renegociações ocorrerão em todas as parcelas vencidas e vincendas, até o dia 28 de junho de 2012, dentre outros benefícios.

Até o momento, 22% dos contratos aderiram à resolução anterior, mas a meta é conseguir 100% de adesão. “Nessa reunião vamos definir uma força-tarefa e agenda de trabalho para visitarmos todas as associações e produtores e informar sobre os benefícios da nova resolução”, comenta Ruth Caetano Cardoso, consultora do MDA. O prazo para adesão é até o dia 28 de março de 2013. 

Também participaram da reunião representantes da Federação dos Trabalhadores Rurais e Banco do Brasil. (Ascom Seagro)