Estado

A enfermagem não aceitou a proposta do governo de alteração da data-base dos servidores públicos efetivos do Estado. A decisão foi tomada em conjunto durante uma Assembleia Geral da categoria.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Profissionais da Enfermagem do Estado do Tocantins – Ismael Sabino da Luz, a Assembleia é soberana nas deliberações da categoria. “A decisão da maioria é o que determina o posicionamento da enfermagem”, disse o presidente.

A proposta do executivo previa incluir a data-base a partir do pagamento referente ao mês de abril. O retroativo referente aos meses de outubro do ano passado até o próximo mês de março, seria feito em seis vezes a partir do mês de julho, chegando portanto ao mês de dezembro. Além disso, a mudança da revisão geral anual passaria para o mês de maio, de cada ano, a partir de 2014.

“Sendo assim, iremos comunicar a decisão da enfermagem para os demais sindicatos e para o governo”, finalizou o presidente acrescentando que o próximo encontro entre as entidades representativas ocorrerá no próximo dia 18. (Com informações do Sintras)

Por: Redação

Tags: Ismael Sabino da Luz, Sintras