Saúde

O Sindicato dos Profissionais da Enfermagem do Estado do Tocantins (SEET) notificou o governo sobre a falta de pagamento dos plantões extras. O pedido de explicações foi encaminhado para o Secretário de Administração Lúcio Mascarenhas e para a Secretária Estadual da Saúde, Vanda Paiva.

De acordo com o presidente do Seet, Ismael Sabino da Luz, o atraso já chega há seis meses. Outro questionamento foi quanto ao pagamento das gratificações para os profissionais da enfermagem contratados que não vem sendo executado, já para outras categorias o tratamento é desigual. “O que entendemos é que isso é uma injustiça. Porque ficam enrolando e não pagam a gente? Os profissionais da enfermagem têm o mesmo direito. Não dá pra ser assim!”, questiona o presidente.

O presidente reforça que essa reclamação, da falta de pagamento para os servidores contratados, é antiga. “Isso é discriminação contra auxiliares, técnicos e enfermeiros e não vamos aceitar isso. Somos das que ficam 24 horas dentro dos hospitais e unidades de saúde. Merecemos e queremos ser respeitados!”, insiste o presidente. (Ascom Aldeia Comunicação)