Campo

Foto: Juliano Ribeiro

Para realizar o mapeamento das florestas plantadas no Estado a Secretaria da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário (Seagro) firmou parceria com a Embrapa Florestas, Sebrae Tocantins, Universidade Federal do Tocantins (UFT ) e Associação dos Reflorestadores do Tocantins (Aretins). A metodologia de abordagem, prazo, formas de atuação dos pesquisadores, impressão de material e a logística no levantamento, foram definidas em reunião na tarde desta terça-feira, dia 26, na sede da Secretaria, com representantes das instituições parceiras.

De acordo com o diretor de Agroenergia da Seagro, Luiz Eduardo Borges Leal, o mapeamento que levantará dados de plantio de 2012, levará em conta outras informações além da área, município e cultura. “O objetivo é conhecer e atualizar o maciço florestal do Estado, ampliando as informações como: idade, qualidade e comércio. Com isso, esperamos ter dados mais completos para desenvolver políticas públicas de comercialização, técnicas de manejo e aplicação de tecnologias”, explicou.

Leal disse ainda que o prazo para apresentação do mapeamento está previsto para o mês de julho e que cada instituição contribuirá com sua expertise, como por exemplo, o Sebrae na identificação de oportunidades de mercado, a UFT, através do Curso de Engenharia florestal, campus de Gurupi pela pesquisa de campo, a Embrapa com a análise dos plantios, a Aretins pela mobilização dos produtores, e a Seagro com a coordenação e logística do mapeamento.  

Dados

No último levantamento realizado pela Seagro, no ano de 2011, a área de cultivo de florestas plantadas no Estado foi de 83.590 hectares. Apesar do crescimento da seringueira em 2011, que saiu de uma área plantada de 1.840 hectares para 2.865 ha, o eucalipto continua como principal espécie de floresta plantada no Tocantins. Segundo o levantamento havia 75.977 hectares de eucalipto plantado no Estado. A previsão é que o mapeamento de 2012 aponte um crescimento superior a 40% no ano. (Ascom Seagro)