Estado

Foto: Divulgação Confira no arquivo anexado abaixo os documentos que comprovam que a pousada recebeu recursos da Fundação Cultural Confira no arquivo anexado abaixo os documentos que comprovam que a pousada recebeu recursos da Fundação Cultural

 Mais uma festa teria sido realizada na Pousada Paraíso das Águas, de propriedade da família do presidente do Tribunal de Contas do Estado, Wagner Praxedes em Araguatins conforme mostram dados e informações do Diário Oficial. O governo teria doado R$ 2500 também para festa particular. A festa realizada em 27 de julho do ano passado e foi intitulada de “Verão sertanejo” com show da Banda Di Luca e Rafael.

No extrato do contrato publicado no Diário Oficial consta que a Fundação Cultural do Estado doou o valor para empresa G da S Marques com o intuito de patrocinar a festa na Pousada.

Cópia do diário oficial n° 3.700 de 24.08.2012 traz a publicação do contrato nº 221/2012 – processo nº 2012 5471 000426, contratando a empresa G. da S. Marques – Produções ME para realização do show musical da dupla sertaneja no município de Araguatins que foi realizada no dia 27 de Julho de 2012, pelo valor de R$ 2.500,00.

Folder do show mostra que a festa realmente foi particular e aconteceu na Pousada. O presidente do TCE  chegou a comentar a Festa em sua página numa  rede social  onde ele disse ainda que várias pessoas de outros estados também participariam da Festa.

Cópias do Sistema Siafem identificam a nota de empenho nº 00784 da Fundação Cultural do Tocantins e logo em seguida a Liquidação e emissão de ordem bancária em 11 de setembro do ano passado.

O Portal da Transparência também mostra o empenho das despesas e pagamento do processo 2012 5471 00426, NF nº 00132, no valor de R$ 2.500,00, destinado atender despesa com serviço de show musical Di Luca e Raphael  no evento cultural.

Na semana passada a polêmica começou em razão da publicação  de um contrato no Diário Oficial mostrando a doação de R$ 7800 para realização de festa na mesma pousada com a dupla Gian e Genaldo. O governo porém alegou que o contrato tinha sido cancelado e que o dinheiro não chegou a ser repassado. Os proprietários da Pousada negaram terem recebido recursos públicos para a festa privada. O episódio da semana passada levou o Ministério Público Estadual a pedir informações ao Estado e foi base para um pedido de averiguação ao TCE por parte do deputado Sargento Aragão (PPS).

O Conexão Tocantins tentou contato por celular com a presidente da Fundação Cultural Kátia Rocha mas não conseguiu falar com a titular. O Conexão Tocantins solicitou um posicionamento da Assessoria de Comunicação.