Cultura

Artistas e articuladores da cultura do Estado vão se reunir nesta segunda-feira, às 18 horas no Memorial Coluna Prestes para uma reunião ampliada do Movimento de Políticas Públicas para a Cultura no Tocantins - MOVE-TO. A intenção, segundo informaram os organizadores ao Conexão Tocantins é definir uma estratégia de pressão para que o governo cumpra com o Programa de Incentivo à Cultura do Tocantins que contempla projetos em várias áreas culturais.

Com a extinção da pasta da cultura e submissão da Fundação Cultural na pasta da Educação os ativistas querem que o governo cumpra com o programa e informe como serão feitos os pagamentos que faltam. “A referida lei foi regulamentada, sob pressão do movimento cultural,  através do decreto 3929 de 13 de janeiro de 2010 instituindo, dessa forma, o Pró-cultura. Com isso cabe ao Governo cumprir, fazer cumprir estas determinações”, argumenta o Movimento.

Com a mudança na pasta causada pela saída de Kátia Rocha, o escritor, poeta e médico portuense Célio Pedreira assumiu semana passada como diretor de cultura do Estado. Após assumir o cargo ele disse que vai trabalhar para dar continuidade às atividades do Plano Estadual de Cultura.

O secretário de Educação Danilo de Melo Souza garantiu que mesmo com a mudança todos os projetos serão garantidos.