Cultura

Foto: Divulgação

A cantora tocantinense Núbia Dourado faz show em comemoração aos 31 anos de emancipação do município Rio Sono, distante a 150 quilômetros de Palmas, neste próximo sábado, 10. A apresentação acontecerá às 21 horas na Avenida Colegial, no centro da cidade e é aberto ao público.

A cantora promete muita animação e deverá contagiar o público com músicas de seu novo CD, que será lançado em sua cidade natal, onde seus conterrâneos se encantarão com músicas de autoria própria da cantora, além canções de compositores de renome nacional como Pretinho da Serrinha, Leandro Fab, Tibless e Luis Melodia.

Núbia Dourado lançou oficialmente, em Palmas, no mês de março, o segundo álbum de sua carreira e agora faz apresentação especial para o público do Rio Sono.

Com a música Galega Preta como carro chefe,  o CD retrata a sua história, conta um pouco das suas idas e vindas entre São Paulo e Tocantins, assim como a sua estreita e harmônica relação com a natureza.

Em umas de suas músicas ela escreveu “eu cresci numa beira de um rio", onde Núbia Dourado destaca que a sua  relação com a natureza vem desde a sua infância. Nas faixas "Forças da Natureza", "Roda Cantos e Lendas" e Eu tenho fé Núbia expressa muito bem essa relação e não deixa de imprimir uma linguagem simples em suas músicas o que faz com que muito se identifiquem.

O novo CD também conta com a regravação de Tontinha (extraída do CD dos Cirandeiros de Paraty-RJ), Fadas (Luis Melodia) e Estória Infantil de Arnaud Rodrigues, que é homenageado por ela com essa regravação.

Núbia destaca sua brasilidade Pop numa viajem pelo regional, unindo elementos da black music, do jazz e  do samba, como na faixa  Galega Preta em que ela mostra toda essa diversidade e também e carro chefe do novo CD. 

Durante a apresentação em Rio Sono, Núbia Dourado cantará ao lado de sua banda que a acompanha em todos os shows no Estado. A banda é composta por Jessé Fonseca (teclado e samplers), Diego Brito (baixo), Leonel Menares (bateria), Frederico Garibalde (guitarra), Robson do Santos ( sax) e João (trompete).