Polí­tica

Nesta quinta-feira, 6, durante sessão ordinária, o vereador Joel Borges (PMDB) apresentou Projeto de Lei sobre o reconhecimento da arte evangélica como cultura. Segundo ele, a arte evangélica são todas as manifestações artísticas e culturais pessoais ou coletivas, típicas da conduta cristã, exceto o culto convencional e regular prestado a Deus em templos, casas de família ou ambientes públicos, obedecidos preceitos constitucionais. “Sendo assim pedimos que a mesma  seja reconhecida como Expressão Cultural neste Município”.

Em seu discurso, Joel Borges justificou o PL, dizendo que a Igrejas Evangélicas, instituições de cunho religioso, dentre as suas diversas atividades espirituais, ocupa-se, também da manifestação artística e cultural, notadamente através de vigílias e marchas, como instrumento de manifestação pública do pensamento coletivo; músicas, musicais, gravações em áudio, vídeo ou audiovisual; publicação de livros, jornais, revistas e outros periódicos; danças; artes plásticas; shows e outras manifestações.

Para o vereador, o projeto nasce do apelo do povo evangélico, em cujo meio grassam inumeráveis manifestações artísticas a ele inerentes, e tem a justa pretensão de amparar essas manifestações e seus agentes que, indubitavelmente, tem cooperado para o resgate da moralidade e da cidadania.

Ele disse ainda que é necessário que se observe que nos meios de comunicação em massa, há a inquestionável presença da arte evangélica como cultura, valorizando as diversidades de gêneros musicais existentes no Brasil, tendo na mídia religiosa o seu maior veículo de disseminação e de inspiração, possibilitando o acesso a toda a população.

Joel Borges ressaltou ainda que os evangélicos são grupos formadores positivos dasociedade brasileira, participantes, de modo efetivo, do processo de criatividadee do bem estar do ser humano.

Requerimentos

Além de apresentar o Projeto de Lei, o vereador solicitou a  abertura de linha de financiamento junto ao Banco do Povo para artistas com pretensão à gravação de CD e DVD.  Segundo ele, o objetivo é viabilizar a divulgação artística dos profissionais palmenses.

Outra solicitação do vereador Joel Borges foi apoio da Fundação Cultural para a produção e gravação de CD evangélico de artistas da Capital, o que irá contribuir de forma decisiva para o desenvolvimento da cultura dos mesmos em Palmas. .

Joel Borges pediu ainda a disponibilização de uma ambulância do SAMU na Praça dos Girassóis e que a mesma esteja devidamente equipada com instrumentos e profissionais para ficar na Praça dos Girassóis, à disposição de mais de cinco mil pessoas que visitam os poderes públicos e/ou neles trabalham diariamente, além de comerciantes, comerciários e clientes, que sejam vitimados por algum tipo de acidente que possa lhe ser fatal.