Cultura

Foto: Divulgação

O secretário de Estado da Educação e Cultura, Danilo de Melo Souza, lançou na manhã desta terça-feira, 25, a programação de férias do Estado. Com atividades planejadas para serem realizadas entre os meses de julho e agosto, a programação é variada e contempla desde manifestações culturais tradicionais até a décima edição do Tendencies Rock Festival que, neste ano, terá como entrada para praticamente todos os shows apenas um quilo de alimento não perecível - que será doado a instituições de caridade.

De acordo com o secretário, a programação foi planejada em conjunto com os segmentos culturais do Tocantins. Para ele, a programação cultural de férias será um complemento para as atividades que já são tradicionalmente desenvolvidas no período considerado como o verão tocantinense e foi fechada pensando na diversidade cultural tocantinense, que engloba música, dança, artes visuais e manifestações religiosas. “O Governo, pensando no zelo com as manifestações culturais do Estado, resolveu propor esta programação que contempla a essas manifestações”, explicou.

As atividades propostas foram desenvolvidas em cinco eixos de ação, levando em conta a diversidade do povo tocantinense. Entre as principais ações que serão desenvolvidas pelo Governo, ou com seu apoio, estão o 10° Tendencies Rock Festival que neste ano terá como valor de entrada um quilo de alimento não perecível; Cine Clube e Bibliotecas nas praias, que serão instalados em Araguatins, Araguanã, Araguacema, Caseara, Pedro Afonso e Peixe; Férias no Palacinho, com programação diversificada durante todo o período; na Praça dos Girassóis serão realizados ensaios de quadrilhas, orquestra sinfônica e grupos de música e dança todas as segundas e quartas-feiras do mês de julho; IX Festival Nacional de Quadrilhas Juninas, Festival de Pipas e Festival Santa Rosa, também na Praça dos Girassóis; além de exposições fotográficas e exibição de documentário com temática junina no Memorial Coluna Prestes.

Museu vivo

Conforme o diretor de cultura da Secretaria Estadual da Educação e Cultura (Seduc), Célio Pedreira, a meta da programação é ocupar os espaços públicos, promover e fortalecer as manifestações culturais do Tocantins. Sobre a programação prevista para o Museu Palacinho, Pedreira frisou que já era hora daquele espaço ser mais utilizado pela Cultura tocantinense. “Nós fizemos uma ocupação do Palacinho. Um museu que não tem atividades culturais é um museu sem vida. Precisamos de atividades sistemáticas dentro do museu o tempo inteiro”, afirmou.

O diretor frisou que as atividades no Palacinho estão sendo desenvolvidas desde o início do mês e ainda são previstas a partir deste mês de junho sessões do cineclube com filmes exibidos no Chico – Festival de Cinema de Palmas, programação de dança para a terceira idade, interpretação de textos literários, além do 2° Luau do Palacinho. “Tanto para o palmense, como para os visitantes, a gente tem uma programação diversificada”, completou. 

Parcerias 

Através de parcerias firmadas com entidades como a Agência de Desenvolvimento Turístico do Tocantins (Adtur) e Federações de Quadrilheiros Juninos, a programação deverá contemplar manifestações culturais diversificadas e atender aos turistas que visitam Palmas e as praias do Tocantins. Para o presidente da Federação das Quadrilhas Juninas do Tocantins, Adevan Rodrigues, o apoio do Governo do Estado é importante para o fortalecimento deste que é uma dos principais movimentos culturais do Brasil. “Palmas e o Brasil tem muito a ganhar com esta parceria”, completou.

Para o presidente da Adtur, Omar Henneman, a temporada de praias no Tocantins terá um tempero diferente com as atividades culturais propostas pelo governo do Estado. De acordo com ele, em 2013 as praias receberão muito mais que turistas; receberão cultura. “Estamos muito empolgados com esta temporada de praia. A temporada não será apenas uma junção de pessoas. Será um evento de valorização da cultura tocantinense, com música, dança, culinária”, frisou. (ATN)