Estado

Foto: Divulgação

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Tocantins Sindjor/TO fechou Acordo Coletivo de Trabalho com representantes das empresas patronais de comunicação do Estado, na tarde desta quinta-feira, 4, depois de quatro rodadas de negociações. O novo piso que passa a vigorar a partir de 1º de julho, até 30 de maio de 2014, tem o valor de R$ 1.800, 00 (Hum mil e oitocentos reais), para jornada de cinco horas de trabalho.

O índice de 12,5% contempla a inflação de 6,57%, medida pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) entre maio de 2012 a maio de 2013, mais um ganho real de 5,93%. Para quem ganha acima do piso, o reajuste salarial será de 8%.

Para a presidente do Sindjor, Socorro Loureiro, a assinatura deste acordo consagrou um dos melhores acordos dos últimos anos. “O nosso piso está equiparado ao do estado de Goiás, que também foi fechado recentemente. O significativo aumento do piso em 12,5%, passando de R$ 1.600,00 para R$ 1.800,00 foi uma conquista para a categoria, pontua a presidente.”

As demais cláusulas do acordo foram mantidas. O documento selado será agora encaminhado para homologação na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego- SRTE/TO. O Sindicato encaminhará ofício e cópia do Acordo final para as empresas que não compareceram para que as mesmas subscrevam o acordado entre as partes.

As negociações que ocorreram nas dependências da SRTE foram mediadas pela auditora fiscal do Trabalho, Anna Karina de Abreu Souza, entre os diretores do Sindjor, os jornalistas Socorro Loureiro, Júnior Veras e Terciany Lima, e os representantes patronais das empresas: O Jornal, Jornal Stylo, TV e Radio Jovem Palmas, T1 Notícias e Grupo Jaime Câmera.