Esporte

Foto: Divulgação

Estão definidas as delegações das categorias 12 a 14 anos e 15 a 17 que vão representar o Estado na edição 2013 dos Jogos Escolares da Juventude, até o ano passado conhecidos como Olimpíadas Escolares. Se no final de junho os alunos-atletas do Basquete, Futsal, Ginástica Rítmica, Handebol, Judô, Natação, Tênis de Mesa, Vôlei, Vôlei de Praia e do Xadrez já haviam garantido as vagas ao disputarem as finais estaduais da 23ª edição dos Jogos Estudantis do Tocantins (Jets), no último sábado, 10, foi a vez dos praticantes do Atletismo e do Badminton sentirem a emoção de saber que serão o Tocantins na maior competição estudantil do Brasil.

Dentro do Atletismo, realizado no Complexo Esportivo da Arno 51, em Palmas, foram disputadas provas de velocidade, de resistência, de lançamentos e de saltos, tanto em distância quanto em altura. Neste último caso, Lucas Teixeira Siriano, aluno do Colégio Estadual de Alvorada sagrou-se campeão após três anos ficando no quase. “Eu venho batalhando esta vaga há três anos. Em 2011, eu fiquei em terceiro lugar; em 2012, em segundo; já este ano, o meu último de competição, eu finalmente conseguir ganhar e estou muito feliz por saber que vou representar o Tocantins. A disputa foi muito difícil, mas eu venci porque estava confiante e me esforcei muito para chegar bem até aqui, porque o treinamento e a dedicação são fundamentais para obter êxito”, destacou Lucas, de 17 anos, que chegou a saltar sobre o marca de 1 metro e 65 centímetros.

Menina de ouro

No arremesso de peso, Samara de Sousa Rodrigues, aluna de 13 anos do Colégio Estadual Leonidas Gonçalves Duarte, de Araguatins, se sobressaiu em meio às demais competidoras e conquistou uma vaga ao alcançar um lançamento de 7 metros e 62 centímetros, se tornando, assim, a primeira a conquistar uma medalha de ouro na fase final estadual dos Jets pela unidade de ensino na qual estuda. “O meu começo no arremesso foi por brincadeira; o meu professor me chamou para ver se eu levava jeito e nos treinos eu percebi que estava aprendendo e melhorando. Mesmo assim, foi uma surpresa para mim vencer, até porque esta foi a minha primeira vez nos Jets. As minhas pernas estavam bambas no início da competição, mas eu consegui me concentrar e conquistar o ouro, que é o primeiro do meu colégio nas finas gerais dos Jets. Estou muito feliz, mas bem nervosa, porque vou representar o estado nos Jogos nacionais e eu nunca viajei para fora do Tocantins antes”, revelou a talentosa aluna-atleta.

Caça talentos

Para o educador físico Otávio Santiago, professor da vitoriosa Samara, os Jets têm como uma das principais características a descoberta de novos potenciais atletas tocantinenses. “É aqui nos nossos Jogos que surgem os talentos esportivos do Tocantins, que, muitas vezes, ficam escondidos nas escolas e só precisam de uma oportunidade para mostrar o quanto podem. Sem contar que é a partir dos Jets que existe o primeiro contato com uma competição bem organizada, de alto-nível, e é a partir daqui que os que se destacam podem conhecer outros lugares, viajar, disputar um campeonato com outros atletas de nível nacional representando o Tocantins. Tudo isto é muito importante para o crescimento dos nossos alunos”, ressaltou Otávio.

Badminton histórico

Se em 2012 o Tocantins teve a primeira equipe de Vôlei de Praia o representando nos Jogos Escolares da Juventude, em 2013 o debute vale para o ainda não tão popular Badminton, que é uma espécie de fusão entre o Tênis e o Vôlei, praticado com raquetes e uma pequena peteca. Ao todo, duas duplas, uma masculina e outra feminina, ambas da categoria 12 a 14 anos, foram selecionadas para a competição nacional, entrando, assim, para a história da modalidade no estado ao serem os primeiros representantes tocantinenses a participaram dos Jogos.

Campeã no feminino, Raquel Ribeiro Lima, estudante de 12 anos da Escola de Tempo Integral Padre Josimo, de Palmas, era só felicidade pela vaga conquistada e espanto ao saber que já entrou para a história da modalidade dentro do Tocantins. “Nossa, é muito emocionante saber disto; na verdade, eu acho que nem merecia, porque nem tenho me dedicado tanto. Mas, agora eu vou mudar, porque é uma responsabilidade grande tudo isto, ser da primeira equipe de Badminton do estado a ir para os Jogos nacionais; é um peso nas costas, mas um peso bom”, disse a aluna-atleta, que jogará individualmente e em dupla com a vice-campeã dos Jets, Sanmara Carolyny Araújo Soares, de 14 anos, da também palmense Escola Municipal Monsenhor Pedro Pereira Piagem.

Vice-campeão no masculino, Marcus Vinícius Marinho Vieira, aluno da unidade rural de tempo integral de Palmas, Escola Aprígio Thomaz de Matos, também ainda quase não acreditava no feito. “Estou feliz, mas nem sei o que dizer ainda. Eu comecei a jogar Badminton em abril deste ano, na escola, e durante as partidas eu procurei sempre pensar na minha família, na minha professora Michele e nos meus irmãos para ganhar força. Vai ser a minha primeira viagem para fora, a primeira vez que vou ver o mar; vou jogar com muita raça no nacional e quero ganhar”, afirmou o Marcus Vinícius, de 14 anos, que nas duplas será parceiro do campeão Gabriel Dantas, de 13 anos, aluno da Escola Municipal Monsenhor Pedro Pereira Piagem, de Palmas.

Jogos Escolares da Juventude

O próximo compromisso dos nossos alunos-atletas será nos Jogos Escolares da Juventude. Para os da categoria 12 a 14 anos, a competição vai ocorrer em Natal, capital do Rio Grande do Norte, entre os dias 5 e 14 de setembro. Já para os da categoria 15 a 17 anos, os Jogos ocorrerão na capital paraense Belém de 7 a 16 de novembro.

Até o final de agosto, está prevista a convocação dos alunos-atletas de 12 a 14 anos para o evento de entrega dos agasalhos e uniformes oficiais da delegação, tudo custeado pelo Governo do Estado, assim como as passagens aéreas para a delegação. A lista completa com os nomes dos estudantes classificados e das respectivas unidades escolares nas quais estudam também será em breve divulgada. (Ascom Seduc)