Polí­tica

Foto: Clayton Cristus

Os deputados estaduais analisaram as contas dos ex-governadores Marcelo Miranda e Carlos Gaguim referente ao exercício de 2009 nesta quinta-feira, 9. No primeiro turno de votação foram 13 votos contrários e 9 a favor. O primeiro secretário da Casa de Leis, José Geraldo de Melo Oliveira (PTB) leu o parecer da Comissão de Finanças, Controle e Tributação que foi favorável à aprovação. Também foi colocada em votação as contas de 2010 de Carlos Gaguim.

Marcelo junto com a esposa, ex-primeira-dama Dulce Miranda acompanharam na Assembleia a votação.

Único a justificar o voto no momento da votação,  Freire Junior do PSDB explicou que analisou os dois processos em votação e lembrou que os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins (TCE-TO), com formação eminentemente política, segundo ele,  rejeitaram o parecer técnico. Para o deputado a posição do TCE o deixou inseguro sobre o posicionamento do Tribunal. “Voto pela aprovação das contas de 2009”, disse.

Elogios

O presidente da Casa de Leis, Sandoval Cardoso (PSD) foi elogiado por vários deputados pelo fato de ter colocado as contas em votação. Queiroz chegou a dizer que com essa atitude o presidente provou que não está a pedido do Palácio Araguaia. No entanto após a rejeição vários deputados questionaram o fato de Sandoval colocar a matéria em votação segundo eles sem avisar a todos os parlamentares. O presidente  rebateu dizendo que atendeu ao pedido dos próprios parlamentares.