Palmas

Foto: Gleydson Medeiros

O vereador Hermes Damaso, presidente da Comissão de Constituição e Justiça, discorda do seu colega de Parlamento Júnior Geo, que na sessão de quarta-feira (11) o criticou sob a argumentação de que está havendo morosidade no andamento dos trabalhos das CPIs, sobretudo a que rata do lixo.

Damaso sustenta que a análise da matéria pela CCJ não está atrasada. Ele avalia que o assunto é polêmico, o que deixa a sociedade apreensiva para uma solução sobre o caso. “A repercussão do assunto é grande nos veículos de comunicação e a sociedade exige uma solução rápida da comissão”, observa Damaso.

O presidente da CCJ adianta que a discussão sobre a instauração ou não da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigará o contrato entre a Prefeitura de Palmas e a empresa Terra Clean ficou para a  próxima terça-feira, dia 17, quando a comissão se reunirá e nomeará um relator para analisar e dar parecer sobre o pedido de CPI do Lixo.