Polí­tica

O vereador Waldson da Agesp (PT) saiu em defesa dos funcionários de limpeza pública de Palmas. O parlamentar solicitou que sejam tomadas as devidas providencias quanto ao pagamento dos funcionários da Terra Clean, empresa que atualmente é responsável pelo serviço de limpeza urbana da cidade de Palmas.

O vereador apresentou alguns dados contidos no Edital de Concorrência, de número 005/2013, lançado pela Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos de Palmas, a fim de anunciar a licitação de empresa especializada para execução dos serviços de limpeza urbana.

O parlamentar ressaltou alguns itens do edital: Item 01, 312,00 Km, Limpeza e varrição manual de vias e logradouros públicos, valor total estimado - 19.393.920,00; Item 05, 72.000 Hectare, Catação, coleta e palitação, valor total estimado – R$ 2.646.000,00; Item 09, 3.600 Hectare, Limpeza de praias, R$ valor total estimado – R$ 293.616,00, com o intuito de mostrar que embora exista uma ampliação no serviço de limpeza, a mesma não está atrelado à melhoria salarial e/ou condições de trabalho.

“Minha preocupação é que o edital não amarra nenhum compromisso da empresa para com os funcionários. A empresa não é de palmas, mas os funcionários são” frisou o parlamentar.

A Terra Clean foi contratada sem licitação, pois a cidade estava em estado de emergência. O valor da contratação foi de R$ 6.897.960,00, pelo período de seis meses. “O salário da prefeitura para com a empresa está em dias, mas os trabalhadores estão há dois meses sem receber” disse Waldson.

 “A prefeitura precisa tomar providencias, pois desde quando essa empresa foi contratada, a sociedade enfrenta problemas. Se essa empresa ganhar a licitação, será mais um ano de dificuldades. Contudo, vamos estar sempre vigilantes para saber se o serviço está sendo prestado com qualidade para a população, e se os funcionários estão recebendo seus salários em dias”, afirmou o vereador. (Com informações da Assessoria do vereador)

Por: Redação

Tags: Terra Clean, Waldson da Agesp