Economia

Foto: Divulgação

Foi aprovada na tarde desta quarta-feira, 25, a primeira Convenção Coletiva de Trabalho dos Contabilistas do Tocantins. A convenção se refere ao exercício 2013/2014 e foi aprovada por profissionais da categoria durante Assembleia Geral Extraordinária, realizada na sede do SISEPE-TO, em Palmas. Agora, o documento será protocolado e discutido com o Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas do Tocantins (SESCAP-TO).

O edital de convocação foi publicado no Diário Oficial da União do último dia 30 de agosto. Convocada pela Federação dos Contabilistas do Norte e Nordeste, a Assembleia Geral também deliberou sobre a Taxa de Associativa Mensal de 2% sobre o salário, Taxa de Assistência em Negociações Sindicais de 4% sobre o salário e autorização à Diretoria do Sindicato dos Contabilistas do Tocantins (SINDICONT-TO) para celebrar a Convenção Coletiva com o Sescap.

“Para nós é um momento histórico e representa um grande passo na luta pela valorização da categoria. A Federação nos enviou um preposto, que também foi aprovado pela Assembleia, outorgando ao Sindicont a responsabilidade de negociar com o Sindicato patronal. Vamos abrir o diálogo e buscar o reconhecimento e valorização profissional”, ressaltou Samuel Chiesa, presidente do Sindicont.  

Não havendo possibilidade de negociação coletiva, será instaurado dissídio coletivo de interesse da categoria profissional.  

Presente na Assembleia, o contabilista José Teixeira também considerou um importante avanço a aprovação do texto da Convenção Coletiva. “Infelizmente nossa classe não está sendo valorizada. Não são as outras categorias que estão muito adiantadas; somos nós que estamos atrasados. E isso não pode continuar”, pontuou. 

No Tocantins, o Sindicont é filiado à Nova Central Sindical dos Trabalhadores do Tocantins (NCST-TO).