Estado

Foto: Divulgação

Visando estabelecer políticas públicas de desenvolvimento integrado dos municípios impactados pela criação do Lago da UHE Lajeado, o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, foi reeleito presidente, por mais dois anos, do Consórcio Intermunicipal para Gestão Compartilhada da Bacia Hidrográfica do Médio Tocantins (CI-LAGO). A diretoria ainda conta com o prefeito de Porto Nacional, Otoniel Andrade, como vice-presidente e o prefeito de Tocantínia, Muniz Araújo, como secretário.

De acordo com Amastha, já estão em andamento ações integradas na área do turismo, com foco no aproveitamento do potencial do Lago para a prática de esportes náuticos. Um dos primeiros passos é a elaboração do guia integrado de turismo, que está em fase final de produção e trará parte da história dos sete municípios que compõem o consórcio. Os atrativos turísticos e as fotografias vão ilustrar as belezas naturais de cada cidade situada no entorno do lago.

Entre as ações propostas para este mandato destaca-se a criação do sistema integrado de monitoramento do lago, além  do diagnóstico das potencialidades de cada município, com foco na implantação de projetos integrados de desenvolvimento. A associação também irá monitorar as condicionanetes para a renovação da licença da UHE Lajeado.

Sobre as ações e projetos, Amastha salientou: “o consórcio está em um novo tempo, focado no desenvolvimento das potencialidades do Lago. Estamos atuando de forma coesa para incentivar o uso dos atrativos que nós temos”.

Além da diretoria, também foram eleitos os membros do conselho fiscal, composto por representantes dos municípios de Ipueiras, Lajeado, Brejinho de Nazaré e Palmas. Ao todo, sete municípios compõem o consórcio, sendo eles Palmas, Porto Nacional, Ipueiras, Brejinho de Nazaré, Lajeado, Tocantínia e Miracema. (Com informações da Secom Palmas)